Candidato à presidência do Boca promete contratar Guerrero, Felipe Melo e Felipão

Daniel Alves e Cavani também estão na pauta do dirigente argentino em caso de vitória nas eleições

por Agência Estado

Campinas, SP, 02 - Candidato de oposição na eleição para a presidência do Boca Juniors, José Beraldi promete agitar o futebol sul-americano caso seja eleito no clube argentino.

Ele promete tentar a contratação de Paolo Guerrero, do Internacional, e vários outros nomes de peso, como Felipe Melo, do Palmeiras, Daniel Alves, do São Paulo, e Cavani, do Paris Saint-Germain, todos sul-americanos. Ele sonha também com o técnico Luiz Felipe Scolari.

"Se eu for presidente do Boca, gostaria de trazer o Felipe Melo. E, se estivesse agora como presidente, Daniel Alves não me escapava. Outro que gostaria de ter é Paolo Guerrero", afirmou o candidato, em entrevista à Rádio Mitre, da Argentina. Ele faz campanha pesada para as eleições no clube, e adota um estilo de trabalhar com medalhões.

José Beraldi faz campanha pesada para as eleições no Boca Juniors
José Beraldi faz campanha pesada para as eleições no Boca Juniors

Beraldi disse, em outras entrevistas para veículos locais do país, que ouviu de Cavani, Torreira e Godín que o trio uruguaio gostaria de defender o Boca.

"Cavani me disse que quer vir para o Boca. O mesmo me disseram Torreira e Godín", disse o ex-dirigente, que chegou a comandar o futebol do clube na época em que Mauricio Macri, atual presidente da Argentina, era o mandatário no Boca Juniors.

BANCO DE RESERVAS

Beraldi disse que pode buscar um nome de peso até para a comissão técnica. Ele afirmou que o atual técnico Gustavo Alfaro só irá se manter no cargo caso tenha bons resultados.

"Os resultados mandam. Se Alfaro ganhar o título, ele continua. Caso contrário, tenho em mente trazer o Luiz Felipe Scolari", projetou.

DATA

A eleição para presidente do Boca Juniors acontece no dia 7 de dezembro. O atual presidente, Daniel Angelici, não poderá concorrer e aposta suas fichas e Christian Gribaudo.