Benfica perde mais uma no Português e técnico entrega o cargo

Presidente da Águia, porém, afirmou que ainda vai analisar o pedido de demissão do treinador

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 29 (AFI) - O Benfica está atordoado e, agora, sem técnico. Bruno Lage pulou fora do barco logo após a derrota para o Marítimo, por 2 a 0, na Madeira, nesta segunda-feira, pela 29ª rodada do Campeonato Português.

O Campeonato Português tem sido acompanhado in loco pela Rádio Futebol Interior (Para ouvir, basta clicar aqui!). Renê Marcelo e sua equipe estão narrando os melhores jogos da rodada. Sem falar que o Campeonato Português ainda tem total cobertura do Placar Futebol Interior, o melhor do planeta bola (Clique aqui e tenha todos os jogos!).

Bruno Lage, aliás, não iria continuar no Benfica para a próxima temporada. A diretoria da Águia já busca um novo treinador. Jorge Jesus, do Flamengo, e Mauricio Pochettino, ex-Tottenham, foram sondados pelo clube português.

Derrota e demissão no Benfica. (Foto: Divulgação)
Derrota e demissão no Benfica. (Foto: Divulgação)

SAI MESMO?
"Quero que todos saibam que eu sou o único culpado pela atual situação. Mas peço que os torcedores que também entendam que, neste meu mandato, conquistamos muitos títulos, um bi e um tri que não conseguíamos há décadas", disse Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica.

"Porém, no fim da partida, nosso treinador Bruno Lage, me chamou e disse: 'deixo meu lugar à sua disposição. Não quero dizer que eu não tenha condições para fazer o meu trabalho. Mas parece que todos querem que eu vá embora'. Lage entregou o cargo e nem veio para a coletiva, mas quero chegar em Lisboa, falar com a minha família e decidir se aceito essa demissão", finalizou.

Com a derrota, o Benfica poderá ver o rival Porto disparar na liderança do Campeonato Português. A Águia parou nos 64 pontos, enquanto os Dragões somam 67.

POSSÍVEIS TÉCNICOS!
Vice-campeão da Liga dos Campeões em 2019, Pocchetino ficou nos Spurs por cinco anos (entre 2014 e 2019). O ex-técnico do Tottenham está sem clube.

Apesar de ser a bola da vez, Pochettino tem a concorrência de Jorge Jesus que ficou no Benfica entre os anos de 2009 e 2015, conquistando três títulos do Campeonato Português, uma Taça de Portugal, e cinco Taças da Liga.