Atacante do Bayern de Munique se irrita com repórter após eliminação desastrosa

Após a repórter da ARD fazer uma pergunta, Müller respondeu: "O que foi? Você está rindo! Claro que estava rindo"

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 14 (AFI) - Após a eliminação do Bayern de Munique da Copa da Alemanha para o Holstein Kiel, clube da segunda divisão nacional, nesta quarta-feira (13), o atacante Thomas Müller se desentendeu com uma repórter nas entrevistas pós-jogo, ao achar que a profissional estava rindo ao perguntar como tinha sido o clima no vestiário após a partida.

DESENTENDIMENTO

Após a repórter da ARD fazer a pergunta, Müller respondeu: "O que foi? Você está rindo! Claro que estava rindo". Mesmo bravo com a situação, a entrevista continuou em tom ameno e o atacante respondeu à pergunta da profissional.

Foto: Divulgação / Bayern
Foto: Divulgação / Bayern
"O fato é que nós perdemos para o azarão, que colocou tudo dentro do jogo. É uma decepção. A forma como tomamos o primeiro gol, temos falado sobre isso já faz um tempo. O Kiel jogou muito bem, mas nós merecíamos ter vencido", disse o atacante, que nesta quinta-feira fez um publicação em direção à repórter dizendo: "nós dois poderíamos ter feito um pouco melhor - sem ofensa".

DECIFRADO?

O fiasco do Bayern ficou marcado para a história. Atual bicampeão da Copa da Alemanha, o gigante europeu não era eliminado na segunda rodada desde a temporada 2000/01. Para o ex-jogador Bastian Schweinsteiger, hoje comentarista da ARD, o time foi decifrado pelos adversários.

"Percebo que as equipes que enfrentam o Bayern sempre tentam tirar proveito da defesa adiantada, jogando lançamentos nas costas da última linha. Isso foi visto perfeitamente nesse jogo e em muitos outros. Pouco a pouco, o código do Bayern foi descoberto. Vão continuar jogando sempre assim?", questionou o ex-jogador, multicampeão pelo Bayern.

MOTIVOS

Hansi Flick, treinador do Bayern, admitiu que precisa melhorar alguns pontos no sistema de jogo da equipe, mas que esse não é o único problema.

"É um choque, claro. Estamos muito desapontados, queríamos defender a Tríplice Coroa. Fomos dominantes, o que era o nosso objetivo. É irritante conceder o empate nos últimos segundos. Temos que parabenizar o Kiel, que foi duro na batalha e completamente comprometido. Temos que colocar esse resultado para trás e fazer melhor", disse o treinador.