Alemão: Bayern anuncia Niko Kovac como sucessor de Heynckes no comando do time

O Bayern explicou que assinou um contrato por três temporadas com Kovac, válido a partir de julho

por Agência Estado

São Paulo, SP, 13 - Niko Kovac vai voltar ao Bayern de Munique. O croata, de 46 anos, que defendeu o gigante alemão entre 2001 e 2003, foi anunciado nesta sexta-feira como técnico do clube a partir da próxima temporada, depois de um bom trabalho realizado no Eintracht Frankfurt.

O Bayern explicou que assinou um contrato por três temporadas com Kovac, válido a partir de julho. O ex-volante croata vai substituir o veterano Jupp Heynckes, de 72 anos, que deixou a sua aposentadoria em outubro para assumir o comando do time, mas já havia declarado diversas vezes que não pretendia permanecer no cargo ao fim da temporada. A direção do Bayern tentou convencê-lo a mudar de ideia, mas não teve êxito.

Apesar da relativa inexperiência após um período no comando da Croácia, Kovac salvou o Frankfurt do rebaixamento depois de assumi-lo em março de 2016 e levou a equipe até a final da Copa da Alemanha na temporada seguinte. E nesta campanha o time briga pela classificação à Liga dos Campeões da Europa - está em quarto lugar no Campeonato Alemão. Além disso, enfrentará o Schalke 04 na próxima semana pelas semifinais da Copa da Alemanha.

Niko Kovac vai assumir o comando do Bayern de Munique
Niko Kovac vai assumir o comando do Bayern de Munique

ELE CONHECE!
"Niko foi um jogador no Bayern, ele conhece muito bem a personalidade, a estrutura e o DNA do clube", disser Hasan Salihamidzic, o diretor esportivo do time. "Estamos convencidos de que ele é o treinador certo para o futuro do Bayern".

Kovac ainda tinha um ano de contrato com o Frankfurt. E embora o clube não tenha revelado os detalhes do acordo para contratá-lo, as informações da revista alemã Kicker são de que o Bayern vai pagar multa rescisória de 2,2 milhões de euros (aproximadamente R$ 9,3 milhões para contratá-lo).

Ao mesmo tempo em que tentava convencer Heynckes a ficar, o Bayern tinha conversações com Thomas Tuchel, ex-treinador do Borussia Dortmund, mas ele informou ao clube que tinha acerto com outro clube - as informações da imprensa europeia são de que vai comandar o Paris Saint-Germain.