Goleiro Neto é apresentado como reforço do Barça; Bartomeu despista sobre Neymar

Nem mesmo na coletiva do novo reforço o presidente do clube espanhol escapou do assunto da contratação do outro brasileiro

por Agência Estado

Campinas, SP, 09 - Confirmado no mês passado como reforço do Barcelona após ser contratado junto ao Valencia, o goleiro brasileiro Neto foi oficialmente apresentado como novo jogador do time espanhol nesta terça-feira, no estádio Camp Nou, onde festejou a sua transferência para o clube com o qual assinou um contrato de quatro temporadas.

O atleta de 29 anos ressaltou que está "orgulhoso, feliz e 100% preparado para o desafio no gol do Barça", assim como assegurou viver o auge de sua carreira.

"Chego ao Barcelona na plenitude, como goleiro e como pessoa, e creio que é o melhor momento para mim. Os prêmios chegam para quem os busca, e eu tenho trabalhado muito para consegui-los", afirmou.

MAIS DE CEM MILHÕES

Neto foi contratado por 26 milhões de euros (cerca de R$ 113 milhões) e o valor da transação poderá ser acrescido em 9 milhões de euros de acordo com as metas alcançadas pelo jogador e pelo time.

E o acordo fez parte de uma troca de jogadores, pois, ao comprar o brasileiro junto ao Valencia, o Barcelona cedeu para o mesmo time o também goleiro Jasper Cillessen. Neste caso, o clube catalão recebeu 35 milhões de euros (aproximadamente R$ 152 milhões) pela venda do atleta holandês.

Revelado pelo Athletico Paranaense, único time brasileiro pelo qual jogou profissionalmente, Neto iniciou em 2011 a sua carreira internacional ao ser negociado com a Fiorentina. Depois foi reserva na Juventus por duas temporadas, mesmo período em que esteve no Valencia, já como titular.

PRATA EM LONDRES
Pela seleção brasileira, ele também foi o goleiro titular do time olímpico medalhista de prata nos Jogos de Londres-2012. E, na equipe principal do Brasil, fez parte do grupo convocado para a Copa América de 2015.

Em sua apresentação, o brasileiro vestiu uma camisa número 13 e encarou com naturalidade o fato de que precisará lutar por posição com o alemão Marc-André ter Stegen, atual titular do gol do Barça.

"Sei que aqui já há um grande goleiro, mas também creio que podemos aprender e crescer juntos, melhorar nosso nível. Trabalharei com profissionalismo, entusiasmo e ambição", disse Neto.

"Espero poder contribuir para tornar o Barça ainda maior. Venho tentar deixar uma marca e fazer parte da história deste clube, vou deixar tudo para ajudar meus companheiros de equipe e quero dar muitos títulos para os torcedores do Barça", reforçou.

NEYMAR EM PAUTA

Neto foi apresentado como reforço ao lado do presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e do ex-jogador do time Eric Abidal, hoje secretário técnico do clube. E o mandatário do clube não escapou de voltar a comentar sobre a situação de Neymar, cujo possível retorno ao time espanhol foi negado novamente pelo dirigente.

A chance de o brasileiro voltar ao clube que ele deixou há menos de dois anos voltou a ser destacada depois de o atacante não ter se reapresentado ao Paris Saint-Germain, na última segunda-feira, para o início da pré-temporada do time.

INSATISFAÇÃO DO PSG
E no mesmo dia Leonardo, novo diretor esportivo do Paris Saint-Germain, deixou claro a sua insatisfação com a postura do astro. Em entrevista ao jornal Le Parisien, o dirigente negou a versão dita pelo pai do atleta, de que o atraso havia sido combinado com o clube, e disse que

parece "claro para todos" que o atleta está forçando uma transferência para outro clube.

"Acredito que está claro para todos. Mas no futebol, você diz uma coisa hoje e amanhã outra. É incrível, mas é assim. Sim (conversei com ele), eu não quero contar todos os detalhes da conversa.

Nós conversamos com sua equipe também. Todo mundo sabe tudo que foi dito. A posição é clara para todos os participantes. Mas uma coisa é concreta hoje: ele ainda tem três anos de contrato conosco. E como não recebemos uma oferta, não podemos discutir nada", afirmou o dirigente ao diário francês.

NÃO MUDOU NADA
Ao ser questionado nesta terça sobre a situação de Neymar em relação ao Barça, Bartomeu assegurou que a mesma "não mudou nada".

Neymar voltou a ser assunto. (Foto: Reprodução)
Neymar voltou a ser assunto. (Foto: Reprodução)

"Tudo segue igual", disse o dirigente, que na última sexta-feira, em entrevista coletiva, negou rumores de que o vice-presidente Jordi Mestre teria deixado o seu cargo no Barcelona por não concordar com essa negociação que poderia propiciar o retorno do brasileiro ao clube espanhol.

"A saída de Mestre não tem nada a ver com Neymar. Houveram discrepâncias com a área esportiva e que, junto de outros motivos, levaram à sua saída. Eu o agradeço muito (...) Sabemos que Neymar quer sair do PSG, mas também sabemos que o PSG não quer que ele saia", disse Bartomeu.