Clube do Rio de Janeiro faz testes e sete jogadores dão positivo para Covid-19

Dos 39 testes, 69% foi negativo e 31% com IgG positivo (imunidade), detectado em 7 atletas, 3 da comissão técnica e 2 funcionários

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 16 (AFI) - Os clubes do Rio de Janeiro ainda não sabem quando poderão voltar a treinar, mas ainda assim já começam a se precaver. O Bangu, por exemplo, deu início aos testes para detectar ou não Covid-19 em seus atletas e funcionários. Sete tiveram problemas.

Dos 39 testes, 69% foram negativos e 31% com IgG positivo (imunidade), detectado em 7 atletas, 3 membros da comissão técnica e 2 funcionários.

Seguindo as diretrizes do protocolo "Jogo Seguro", uma equipe de saúde encaminhada pela Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FERJ), com acompanhamento e supervisão dos médicos alvirrubros Rômulo Capello e Fernando Mattar realizou 39 testes de sorologia para COVID-19 em atletas, membros da comissão técnica e funcionários selecionados para fazer parte do grupo de trabalho para a volta às atividades de treinamento.

Testes no Bangu. (Foto: Divulgação)
Testes no Bangu. (Foto: Divulgação)

Preservando a saúde, o Bangu segue o protocolo elaborado pela FERJ e médicos dos clubes da Série A, periodicamente realiza a sanitização das instalações alvirrubras de acordo com as normas da ANVISA e informa que novos testes deverão ser programados.