Bahia 5 x 0 Guabirá-BOL - Em meio à final da Copa NE, Tricolor vence a 1ª na Sula

Agora, o time baiano se prepara para o jogo de ida da grande decisão da Copa do Nordeste, contra o Ceará, neste sábado

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 27 (AFI) - Apesar de estar vivendo uma semana decisiva com a reta final da Copa do Nordeste onde irá fazer a grande decisão com o Ceará em dois jogos nos próximos finais de semana, o Bahia virou a chave e na noite desta terça-feira (27) fez jus ao fator casa para conquistar uma grande vitória, a primeira nesta Copa Sul-Americana de 2021, e seguir na briga pela classificação no Grupo B.

Jogando em casa, no Estádio de Pituaçu, mesmo com um time considerado misto, o Bahia fez 5 a 0 no Guabirá, da Bolívia. Alesson e Marcelo Ryan, ambos duas vezes e Juninho, marcaram os gols do jogo. Enquanto o time brasileiro assumiu a liderança provisória do Grupo B com quatro pontos, o rival conheceu a sua segunda derrota seguida e amarga a lanterna da chave, ainda zerado.

No primeiro jogo da competição, na semana passada, o Bahia ficou no empate em 1 a 1 com o Montevideo City Torque, do Uruguai. Como apenas uma equipe se classifica de cada chave, a equipe baiana precisa ficar ligada no Indepediente, da Argentina, que venceu na estreia e nesta quarta-feira (28) recebe justamente o rival chileno, em Avellaneda, podendo ir aos seis pontos.

CONFIRA OS MELHORES MOMENTOS DO DUELO

Espaço incorporado por HTML (embed)

PRIMEIRO TEMPO
O Bahia começou a partida fazendo pressão na área adversária e não demorou para abrir o placar. Aos sete minutos, Thonny Anderson que estava fazendo sua estreia pelo time brasileiro, foi até a linha de fundo e cruzou na área para Alesson, que bem posicionado, conseguiu completar de carrinho para o fundo das redes. O Guabirá teve a chance de empatar aos 23 minutos.

Bahia vence Guabirá-BOL na segunda rodada da Copa Sul-Americana
Bahia vence Guabirá-BOL na segunda rodada da Copa Sul-Americana

Em um contra-ataque rápido, Mina foi derrubado na área por Luiz Otávio e o árbitro marcou pênalti para a equipe boliviana. Juan Mercado foi para a cobrança, mas parou em uma bela defesa do goleiro Matheus Teixeira.

Depois do susto, o Bahia conseguiu ampliar ainda no primeiro tempo. Depois de uma cobrança de falta, com bola alçada na área, Juninho subiu mais que os zagueiros e testou firme para o gol.

SEGUNDO TEMPO
Na volta do intervalo, o Bahia seguiu em cima e aos 19 minutos marcou o terceiro gol. Após um erro na saída de bola do adversário, Alesson roubou a bola e cruzou para Marcelo Ryan que se desvencilhou dos defensores e desviou de cabeça para o fundo das redes.

O próprio camisa 25 fez mais um, seis minutos depois. Aos 25, Renan Guedes cruzou para trás e encontrou o atacante que chutou de primeira, no contrapé do goleiro Mustafá.

Já Alesson, também teve tempo de marcar seu segundo gol na partida, para empatar com o companheiro. Aos 33, Marcelo Ryan recebeu de costas para zaga e tocou para o atacante, que sem o goleiro pela frente, só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes. Nos minutos finais, o duelo seguiu movimentado, mas o jogo terminou mesmo com o placar de 5 a 0.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times já voltam a campo na Sul-Americana para a disputa da terceira rodada da primeira fase na próxima semana. Na terça-feira (04), o Bahia faz um duelo direto contra o Indepediente-ARG, mais uma vez em casa, no Estádio de Pituaçu, às 19h15.

No dia seguinte, mas no mesmo horário, o Guabirá visita o Montevideo City Torque, na capital uruguaia.

Ficha Técnica

Fase
Fase de Grupos
Rodada
2ª rodada
Data
27/04/2021
Horário
19h15
Local
Pituaçu - Salvador (BA)
Árbitro
Cristian Garay (CHI)

Renda
--
Assistentes
Edson Cisternas (CHI) e Leonar Soto (PER)

Público
Portões Fechados
Cartões Amarelos
Bahia-BRA: Luiz Otávio , Alesson
Guabirá-BOL: Amarilla, Galain, Ibáñez

Cartões Vermelhos
Guabirá-BOL: Ibáñez
Gols
Bahia-BRA: Alesson 7' 1T, Juninho 39' 1T, Marcelo Ryan 19' 2T, Marcelo Ryan 25' 2T, Alesson 33' 2T
Bahia-BRA
Matheus Teixeira;
Renan Guedes, Luiz Otávio (Ignácio), Juninho e Matheus Bahia (Juninho Capixaba);
Matheus Galdezani, Patrick de Lucca (Jonas) e Thaciano (Daniel);
Tonny Anderson (Marcelo Ryan), Alesson e Óscar Ruíz.
Técnico: Dado Cavalcanti
Guabirá-BOL
Mustafá;
Supayabe (Pascua), Ibáñez, Galain e Leãnos;
Juan Marcado, Amarilla, Peredo e Hurtado (Willian Álvarez);
Mina e Vogliotti.
Técnico: Victor Andrada