Baiano: Em apresentação, Clayson garante Bahia na briga por títulos em 2020

"Bahia vai entrar em todas as competições para brigar por título. Vamos abraçar a ideia do Roger Machado", disse

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 08 (AFI) - O Bahia apresentou oficialmente o atacante Clayson nesta quarta-feira. Ele chega como uma das principais contratações do clube e terá a missão de substituir Artur, que foi adquirido pelo Red Bull Bragantino.

"Artur fez um bom trabalho aqui e também espero fazer o meu. Meu objetivo é esse, vim para vencer aqui. Por onde tenho passado, tenho conseguido conquistar títulos. Fui campeão paulista, fui para Ponte, chegamos na final, melhor campanha no Brasileiro", relembrou.

Clayson e seu empresário, Edivaldo Ferraz
Clayson e seu empresário, Edivaldo Ferraz

CONTRATO ATÉ 2022
Clayson tem 24 anos e o Bahia investiu R$ 4 milhões por 40% de seus direitos econômicos. Com contrato até 2022, ele afirmou que as expectativas são as melhores possíveis.

"Estamos começando e as expectativas são as melhores possíveis. Me preparando muito bem fisicamente e taticamente. Bahia vai entrar em todas as competições para brigar por título. Vamos abraçar a ideia do Roger", garantiu.

QUER TÍTULOS

Contratado junto à Ponte Preta em 2017, Clayson disputou 135 jogos pelo Timão e marcou 14 gols. Nessa passagem, conquistou três títulos do Campeonato Paulista e um do Campeonato Brasileiro. Ele elogiou o projeto do clube e espera repetir o sucesso com a camisa tricolor.

"Tenho visto a força do Bahia nos últimos anos. Isso me motivou a vir para cá. Vale ressaltar o empenho da diretoria, com um novo projeto, estrutura. Estou feliz, motivado, conheço bastante jogadores. Espero poder dar meu máximo", concluiu.

CONFIANÇA NO JOGADOR

O empresário do atleta, Edivaldo Ferraz, também esteve presente na apresentação e seguiu o tom adotado por Clayson ao elogiar o Bahia.

"O Bahia é um clube organizado e que está se planejando muito bem. Tenho certeza de que o Clayson irá se adaptar rapidamente aqui e repetir o sucesso que teve na Ponte Preta e Corinthians", projetou.