Atacante do Bahia se desculpa após dizer que sonha em jogar no Flamengo

Gilberto publicou vídeo para se retratar com a torcida após declaração dada logo após derrota para o próprio Fla

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 11 (AFI) - A declaração do atacante Gilberto de que pretende jogar no Flamengo quando terminar o contrato com Bahia não pegou bem com parte da torcida tricolor, tanto que ele precisou publicar um vídeo nas redes sociais para se desculpar pelo ocorrido.

O jogador já se declarou torcedor flamenguista em outras oportunidades, mas fazer isso logo após seu time seu time ter sido derrotado por 3 a 1 pelo próprio rubro-negro não parece ter sido uma boa ideia.

“Olá, nação tricolor. Venho aqui me posicionar sobre a entrevista que eu dei após o jogo. Peço desculpa, porque sei que errei. Não era o momento de falar sobre esse assunto, apesar de ser perguntado constantemente, em jogo até que fiz três gols contra o Flamengo. Hoje, pela circunstância do jogo, por tudo que vem acontecendo comigo dentro do clube, não estar fazendo gol, eu deveria ter ficado quieto, deveria ter respondido de outra forma”, disse o atacante no vídeo.

O CASO
Na entrevista que gerou toda a polêmica, Gilberto foi bastante enfático ao afirmar que seu sonho é atuar no Flamengo. A situação foi gerada na zona mista do Maracana, quando um repórter lembrou o fato de o atacante ser flamenguista e o atleta, após hesitar um pouco, falou abertamente sobre o sonho de jogar na equipe carioca.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia

"Eu vou sempre estar, dentro do jogo, tentando fazer o melhor, porque eu tenho um sonho e quero realizar ele. Assim que completar aqui o meu contrato com o Bahia, no final do próximo ano, e tiver oportunidade, quero realizar esse meu sonho”, afirmou o jogador, que foi questionado pelo repórter se o sonho era mesmo jogar no Flamengo ,e respondeu: “Claro! Acho que esse é meu sonho".

A repercussão do episódio foi muito negativa. Nas redes sociais, torcedores do Bahia se revoltaram e sugeriram que o clube dispensasse o atleta ou o colocasse para atuar no time de aspirantes.