Roger Machado monta Bahia com trinca no meio para segurar o Vasco em São Januário

As equipes se enfrentam às 11h do próximo sábado, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 05 (AFI) - O Bahia já encerrou sua preparação para o jogo contra o Vasco, mas o técnico Roger Machado segue com dúvidas na escalação, no meio-campo e no ataque. As equipes se enfrentam às 11h do próximo sábado, em São Januário, pela 18.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

VIAGEM ANTECIPADA

Roger preferiu antecipar a viagem para o Rio de Janeiro para a manhã desta sexta-feira para chegar com 24 horas de antecedência ao local da partida. Por isso, ele não realizará mais treinamentos.

"Estamos abrindo mão do treino de amanhã. Pela logística, para que a gente consiga pelo menos chegar lá perto do jogo. Imagine sempre poder chegar um dia antes. Para isso, temos que abrir mão do treino na véspera. É prejuízo", explicou.

Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação
Foto: Felipe Oliveira / EC Bahia / Divulgação

DÚVIDA NO ATAQUE

O treinador não poderá contar com o atacante Artur Victor, convocado por André Jardine para a seleção olímpica.

Élber e Arthur Caíke são as opções para o setor.

MEIO-CAMPO DEFENSIVO OU OFENSIVO?

Outra dúvida é se mantém ou a trinca no meio-campo com jogadores mais defensivos, formada por Gregore, Flavio e Ronaldo.

Guerra é uma opção para deixar o setor mais ofensivo e, caso se concretize, Ronaldo deve sair.

"NÃO PODEMOS ABRIR MÃO DE JOGAR"

"O Vasco vai pressionar. Precisamos de meio-campo forte, e não podemos abrir mão de jogar. Ontem testei alternativas para hoje poder definir, escolher melhor estratégia para o jogo. Não sei, ainda vou decidir", disse Roger.

ESCALAÇÃO

O provável time conta com: Douglas; Nino Paraíba, Lucas Fonseca, Juninho e Moisés; Gregore, Flávio e Ronaldo (Guerra); Élber (Arthur Caíke), Lucca e Gilberto.