Bahia terá que jogar no Pituaçu contra o Grêmio pela 7ª rodada do Brasileirão

Arena Fonte Nova está reservada para receber a Copa América e não poderá sediar o jogo da Série A

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 16 (AFI) - O Bahia será obrigado a jogar no Estádio Pituaçu, em Salvador, contra o Grêmio pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série A a ser realizada em 1º de junho, às 19 horas. O motivo? A Arena Fonte Nova, também na capital baiana, está cedida à CONMEBOL que realizará a edição 2019 da Copa América no Brasil.

"A gente concluiu isso hoje (quinta-feira). Os dois primeiros jogos estão garantidos na Fonte Nova. Já é oficial, pelas respostas de CBF e Conmebol. O terceiro jogo, contra o Grêmio, é uma notícia que não é boa nem ruim. Notícia boa seria se pudéssemos jogar na Arena Fonte nova. Mas Bahia e Grêmio será me Pituaçu. Dia 1º de junho. Os três jogos serão em Salvador. Fluminense e São Paulo na Fonte Nova. Grêmio em Pituaçu", disse Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, que não gostou muito da mudança.

"A gente não fica satisfeito. Na minha opinião não havia motivo para esse jogo ser na Fonte Nova. Por equidade, a CBF e a Conmebol decidiram tirar um jogo de cada estádio, exceção do Maracanã, que o gramado acabou de ser plantado. Não concordei, mas conseguimos manter o jogo em Salvador, em Pituaçu, que também está cedido para a Conmebol", completou o mandatário.

Arena Fonte Nova não será mais o palco de Bahia e Grêmio pelo Brasileirão. (Foto: Divulgação)
Arena Fonte Nova não será mais o palco de Bahia e Grêmio pelo Brasileirão. (Foto: Divulgação)

Com a partida em Pituaçu, o Bahia poderá ver sua média de público cair levemente por conta da capacidade do estádio. Neste momento, o Esquadrão ocupa a 7ª colocação do ranking com média de 23.944 pagantes, segundo o Sr. Goool, site especializado em estatísticas do futebol.

"Provável que tenhamos poucos ingressos à venda. Temos capacidade para 30 mil pessoas em Pituaçu e o clube conta com 24 mil sócios com acesso garantido. Deve ser um jogo de pouco ingresso à venda", finalizou Guilherme Bellintani.