Enderson Moreira enaltece conduta dos jogadores após vitória do Bahia sobre Sport

O Tricolor se afastou da zona de rebaixamento e começa a sonhar com algo a mais no Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Salvador, BA, 06 (AFI) - O Bahia conquistou três pontos importantes na luta contra o rebaixamento ao derrotar o Sport nesta quarta-feira pelo placar de 2 a 0 na Arena Fonte Nova. O técnico Enderson Moreira comemorou o resultado que distanciou o Tricolor da degola e o botou em boa condição de conquistar uma vaga na Copa Sul-Americana de 2018.

“Todos os jogos são muito difíceis. Vejam o Ceará: perdeu para gente e todos davam como rebaixado. Venceram o Flamengo e agora o Corinthians. O Sport tem um elenco que é forte, que tem jogadores com capacidade física. Conseguimos superar isso. Só tenho que enaltecer o empenho dos atletas", disse o treinador, que completou.

"A gente conversou que precisávamos de mais intensidade no jogo, superar o cansaço e tirar de onde a gente não tinha para ganhar essa partida, que era muito importante para a gente. Eles entenderam e depois que a gente abriu o placar, conseguimos atuar bem na transição e vencer com merecimento. As substituições foram positivas porque continuamos com um bom ritmo e até poderíamos ter saído de campo com um placar melhor."

MAIS DE ENDERSON...
Sobre o cansaço da equipe, o técnico falou sobre a sequência de jogos.

Enderson Moreira comemorou o triunfo diante do Sport
Enderson Moreira comemorou o triunfo diante do Sport
“Escalar ou deixar de escalar alguém não é uma decisão fácil. Temos atletas com capacidade física e técnica, mas também há sempre o problema da falta de ritmo. Então a gente faz uma avaliação em conjunto: comissão, fisioterapia, nutricionista, médicos, enfim, todos engajados em fazer com que tenhamos em campo a melhor equipe possível. Agora, vamos fechar 12 jogos contra o São Paulo sem descaso, para poder finalmente ter uma semana livre e tentar zerara equipe em termos de desgaste. Não teremos nem ‘pouco tempo’ para trabalhar. Na verdade o tempo para treinar é nenhum. Vamos tentar fazer na base da conversa e tentar levar uma equipe bem competitiva para encarar o líder e uma equipe da qualidade do São Paulo”.

Por fim, Enderson avaliou a estreia do garoto Ramires, lançado por ele com apenas 18 anos.

“Eu vim da base e a gente estava observado ele já um tempo. Ele tem treinado com a gente, o Claudinho sempre acompanhou e eu observei e vi que era uma boa oportunidade para fazer a estreia. Nosso grupo comprou a ideia e deu a ele a tranquilidade, o que é mais importante, para poder fazer em campo exatamente aquilo que fazia nos treinamentos. E foi isso que ele fez. E foi muito importante para a gente hoje”.

 
 
" />