Gledson fala em vencer os últimos jogos para Avaí brigar pelo acesso na Série B

Após perder do CRB, o Avaí parou na nona colocação com 44 pontos, oito a menos do que o G4

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 06 (AFI) - Derrotado em suas últimas duas partidas e sem vencer há três rodadas, o Avaí se complicou na briga pelo acesso na Série B do Campeonato Brasileiro, mas ainda assim, o goleiro Gledson confia na recuperação e na arrancada do clube catarinense. Tanto é verdade que ele projeta vencer os últimos seis jogos.

"Sabemos das dificuldades nesses seis últimos jogos, mas temos obrigação de ganhar esses jogos, pois sonhamos e acreditamos no acesso. Estamos batalhando muito. Temos totais condições, mas iremos em busca do acesso jogo a jogo", opinou o goleiro.

Gledson confia no acesso. (Foto: Leandro Boeira / Avaí)
Gledson confia no acesso. (Foto: Leandro Boeira / Avaí)
SEIS PONTOS!

Após perder do CRB, o Avaí parou na nona colocação com 44 pontos, oito a menos do que o G4. Nesta sexta-feira, o time do técnico Claudinei Oliveira fará confronto direto diante do Brasil-RS às 16 horas no Bento de Freitas, em Pelotas, pela 33ª rodada. Os gaúchos também somam 44 pontos, mas ficam atrás por causa do número de vitórias (13 a 10).

"O Brasil-RS vem de uma boa sequência, mas a expectativa é ir lá e conquistar um bom resultado. Tenho acompanhado alguns jogos do Brasil que conseguiu grandes resultados recentes (são cinco rodadas sem derrota). Está próximo da gente na classificação. É sempre difícil jogar em Pelotas, mas a expectativa é fazer um grande jogo e conquistar a vitória, pois estamos cientes de que o nosso objetivo é o acesso", completou Gledson.

REFORÇOS!

O Avaí ainda vai encarar Vitória, Juventude e Guarani na Ressacada, além de CSA e América-MG fora de casa.

Para o próximo desafio, o Avaí terá os reforços do zagueiro Betão (recuperado de gripe), do lateral-direito Edílson (volta de suspensão) e do atacante Rômulo (recuperado de lesão muscular na coxa). O atacante Rodrigão, por outro lado, testou positivo para a Covid-19 e é desfalque certo.