Série B: Geninho sobre risco de demissão no Avaí: "Não se preocupem com meu cargo"

O experiente treinador ainda não conseguiu deslanchar nessa sua passagem pelo Leão

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 26 (AFI) - O Avaí ainda não conseguiu deslanchar no Campeonato Brasileiro da Série B. Após a derrota para o Guarani, por 2 a 1, na noite do último domingo, em Campinas, o técnico Geninho foi questionado sobre seu futuro no clube e deixou claro que não teme ser demitido.

Geninho diz não temer ser demitido no Avaí (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí)
Geninho diz não temer ser demitido no Avaí (Foto: André Palma Ribeiro/Avaí)
"Tenho quase 50 anos de bola. Tenho outra cabeça. Eu nunca tive medo de demissão, preocupado por demissão. Por vários motivos. Eu trabalho, faço meu melhor, sou empregado.

A hora que o patrão achar que não está bom, vai falar. Não se preocupem com meu cargo. Isso não vai me trazer nenhuma ruga a mais na testa"
, disse Geninho.

Contratado no início de agosto para substituir Rodrigo Santana, demitido após a eliminação nas quartas de final do Campeonato Catarinense, Geninho tem sete vitórias, dois empates e nove derrotas.

Na 11ª colocação, o Avaí tem 23 pontos, quatro a mais que o Figueirense, que abre a zona de rebaixamento, e cinco a menos que o Juventude, que está no G4.

Em busca da reabilitação depois de duas derrotas seguidas, o Avaí volta a campo no próximo sábado, contra o América-MG, às 19 horas, na Ressacada, pela última rodada do primeiro turno da Série B do Brasileiro.