Dirigente do Avaí explica montagem da equipe e cita torcida: "Patrimônio"

O Leão tem que correr para não ser eliminado nas quartas de final do Catarinense

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 24 (AFI) - O Coordenador de Futebol do Avaí Futebol Clube, Diogo Fernandes concedeu entrevista nesta sexta-feira para explicar um pouco mais sobre a montagem do elenco para a temporada 2020. O dirigente deixou claro que o clube foi atrás de atletas experientes para realizar uma mescla dentro de campo com as jovens promessas.

"Temos uma base jovem, por isso, trouxemos jogadores experientes para deixar o grupo equilibrado para a comissão técnica. Tivemos que ser criteriosos nessa questão para não ter queda de performance. Os atletas experientes têm dado uma resposta grande nos treinos, pois estão ganhando espaço dentro de campo", falou à Rádio Avaí.

Diogo Fernandes falou sobre o Avaí. Foto: Diogo Fernandes
Diogo Fernandes falou sobre o Avaí. Foto: Diogo Fernandes
Ele afirmou também que o clube se organizou para não perder nenhum atleta durante a pandemia."Todos os atletas estavam cientes sobre a prorrogação de contrato. Não temos encontrado nenhuma atividade, pois todos estão engajados em terminar a temporada e honrar os compromissos com o Avaí", completou.

Sobre os protocolos de saúde foi enfático: "O Avaí se organizou com todos os protocolos. Contamos com o jogo no próximo final de semana. E estamos seguros com que o clube nos proporcionou em questões de segurança. Estamos seguindo à risca e isso nos gera tranquilidade em um momento que é muito difícil durante essa pandemia"

O dirigente ainda enalteceu os torcedores, que não estão podendo comparecer aos estádios devido aos protocolos de segurança em combate ao coronavírus. "Nosso torcedor é nosso maior patrimônio. É por eles que trabalhamos e que lutamos. E vai ser por eles que buscaremos a classificação. Eles nos motivam e nos ajudam mesmo a distancia.

Como perdeu no jogo de ida por 2 a 0, o Avaí terá que vencer a Chapecoense por três gols de diferença, no duelo de volta, para seguir vivo no Campeonato Catarinense.