Ex-Corinthians e Ponte revela que testou positivo para o novo coronavírus

Betão não está mais com o vírus no organismo e trabalhou com os companheiros na última segunda-feira

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 19 (AFI) - Um dos quatro jogadores que testaram positivo para Covid-19, o novo coronavírus, nos exames realizados pelo Avaí na semana passada foi o zagueiro Betão. Os nomes dos demais ainda são mantidos em sigilo pelo clube.

"Quando fiz os exames, religuei a história. Teve um amigo meu que veio aqui. Quando ele me ligou falando que deu positivo, você já pensa o pior. Tive uma dor de cabeça e uma gripe forte. Aí fiquei uns 30 dias em casa direto, para não propagar mais o vírus", comentou Betão à Rádio CBN, de Florianópolis.

Betão testou positivo para o novo coronavírus (Foto: André Palma Ribeiro)
Betão testou positivo para o novo coronavírus (Foto: André Palma Ribeiro)
A boa notícia é que o vírus não está mais ativo em seu organismo, tanto que o zagueiro de 36 anos trabalhou com os demais companheiros na academia do clube na última segunda-feira.

Em relação a uma possível volta do Campeonato Catarinense a partir de junho - a Federação Catarinense de Futebol (FCF) aguarda o aval do Governo Estadual -, Betão considerou "muito arriscada".

"Vou falar por mim. Eu acho muito arriscada a volta do futebol neste momento. Primeiramente por causa da saúde. E não sei também se os outros clubes vão ter condições de fazer o que o Avaí fez. Enquanto não tiver uma segurança 100%, acho que é meio arriscado", afirmou o zagueiro.

Além de Betão, outros dois jogadores foram considerados imunizados, enquanto um está infectado e ficará de quarentena por duas semanas.