Catarinense: Técnico do Avaí critica falta de privacidade em CT

Augusto Inácio pensa em jogadas ensaiadas, treinadas ao longo da semana

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 10 (AFI) - O técnico português Augusto Inácio, ao que tudo indica, gosta de um suspense, mistério. O que ele não gosta é da falta de privacidade em treinamentos. Tanto é verdade que ele criticou a exposição do Centro de Formação de Atletas (CFA), anexo da Ressacada, em que o clube costuma treinar.

"Gostaria que o nosso gramado do CT fosse mais reservado, pois está muito à vista e qualquer pessoa pode ver o nossos treinamentos", disse ele.

Augusto Inácio pensa em jogadas ensaiadas, treinadas ao longo da semana. O Avaí, quando fazia treinos fechados, utilizada a própria Ressacada. Lá a privacidade é maior, mas também prejudica mais o gramado.

"Temos nossas jogadas de bolas paradas, jogadas ensaiadas e também defensivas, e todos podem ver. Isso não é bom", completou o portuga.

Tudo aberto! (Foto: Leandro Boeira/Avaí FC)
Tudo aberto! (Foto: Leandro Boeira/Avaí FC)
FORMAÇÃO!

Privacidade em debate, o Avaí treina, nesta pré-temporada, em Águas Mornas. O treinador esboçou um time com oito novidades. Lucas Frigeri, Betão e Jonathan foram os únicos rebaixados no Campeonato Brasileiro da Série A que seguiram entre os titulares.

Augusto Inácio escalou o Avaí com Lucas Frigeri; Arnaldo, Rafael Pereira, Betão e Capa; Bruno Silva, Wesley e Valdivia; Getúlio, Rildo e Jonathan.

O Avaí estreará no Campeonato Catarinense em 22 de janeiro ante a Chapecoense na Arena Condá, em Chapecó. Antes, em 18 de janeiro, o clube de Floripa decidirá a Recopa Catarinense contra o Brusque na Ressacada.