Evando volta a mostrar incômodo com VAR e exalta entrega do Avaí

Na noite desta quinta-feira, o Leão perdeu para o Internacional por 2 a 0, na Ressacada

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 18 (AFI) - O VAR voltou a ser pauta no Avaí. Após reclamar muito da arbitragem na derrota por 1 a 0 para o Cerá, o técnico Evando Camillato, novamente, não concordou com a atuação dos juízes no revés por 2 a 0 frente ao Internacional, nesta quinta-feira, em pleno estádio da Ressacada. O time catarinense foi contra a expulsão de Wesley, após pisão em Bruno Silva, aos três minutos do primeiro tempo.

"Jogamos com um a menos e aí toda a estratégia montada perde o sentido, contra uma grande como é o Internacional. Nos preparamos para um grande jogo, mas sempre acaba falando do VAR. Espero que todos esses lances sejam para cartão vermelho. O árbitro estava 3 metros do lance, sabemos que o Raphal Claus (árbitro de vídeos) estava lá em cima, é um arbitro Fifa, o coronel chama o soldado. Na passada ele pisou no Bruno, e foi expulso", falou o treinador.

ENTREGA
Apesar da derrota, o treinador destacou a entrega do seus jogadores na partida. O Avaí chegou a pressionar o Internacional, mesmo com um homem a menos, e viu Marcelo Lomba fazer três grandes defesas para assegurar a vitória colorada.

Avaí perde para o Internacional - Ricardo Duart
Avaí perde para o Internacional

"O que temos passado é que temos que ter cara de Avaí. Equipe de raça, que vibra, que procura o alvo. Tem que procurar o gol. Não temos tempo para trabalhar, mas estamos tentando mostrar o norte ofensivo. Precisamos agredir. Hoje vi um time com raça, querendo, conseguimos com um a menos amarelar a defesa toda deles. Criamos dificuldades. Soubemos respeitar o Inter, mas tentamos ser letal. Nas bolas paradas, o Lomba fez grandes defesas e não conseguimos marcar", falou.

SITUAÇÃO
Com o resultado, o Avaí continua na penúltima colocação, com 17 pontos, nove de deixar a zona de rebaixamento. O próximo desafio é diante do São Paulo no domingo, às 16h, no Morumbi, pela 27ª rodada do Brasileirão.