Derrota para o Palmeiras aumenta crise e torcida do Avaí pede mudanças

Nos comentários da publicação nas redes sociais, uma parte dos torcedores defendeu o treinador

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 14 (AFI) - A derrota por 2 a 0 para o Palmeiras no Allianz Parque escancarou de vez a crise no Avaí. São 12 jogos consecutivos sem vencer, nove deles no Campeonato Brasileiro, amargando a lanterna da competição. Nas redes sociais, o clube amanheceu nesta sexta-feira com protestos da torcida organizada, que pede a saída do técnico Geninho e do diretor de futebol Joceli dos Santos, considerados responsáveis pelo mau momento.

“Apontamos o Sr. Joceli dos Santos como o principal responsável pelo fracasso que estamos presenciando. Não iremos aceitar que a incompetência de qualquer que seja, macule a imagem da instituição que tanto amamos”, apontou a Torcida Mancha Azul, uma das principais organizadas do Avaí.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Geninho também responsabilizado, mas com um tom mais ameno – o treinador tem uma longa história com o clube, com dois acessos na Série B e o título catarinense deste ano. “Reconhecemos os serviços prestados pelo Técnico Geninho, nossa gratidão pelos acessos e pelo título catarinense de 2019 será eterna. Mas um clube com a grandeza do Avaí, não pode passar 12 (DOZE) jogos sem Vitória e infelizmente a sua saída é fundamental”.

Nos comentários da publicação nas redes sociais, uma parte dos torcedores defendeu o treinador, que desde o título no estadual vem pedindo contratações, principalmente para o setor ofensivo. O Avaí tem que o segundo pior ataque do Brasileiro, com apenas quatro gols marcados em nove jogos – à frente apenas do CSA, que fez três. Na lanterna da competição, sem quatro empates e cinco derrotas.