Geninho lamenta eliminação do Avaí na Copa do Brasil: "Faltou um gol"

Daniel Amorim e Getúlio, artilheiros do elenco, ‘não estavam em um bom dia’, de acordo com o treinador

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 11 (AFI) - Com a derrota por 1 a 0 para o Vasco dentro da Ressacada, o Avaí foi eliminado na terceira fase da Copa do Brasil e deixou de ganhar R$ 1,9 milhão em premiação. Para o técnico Geninho o clube deixou escapar o resultado em Florianópolis ainda no primeiro tempo, quando conseguiu criar as melhores oportunidades. Daniel Amorim e Getúlio, artilheiros do elenco, ‘não estavam em um bom dia’, de acordo com o treinador.

“Se a gente for falar de maneira simples, faltou o gol no bom momento que o Avaí teve no primeiro tempo. Fomos superiores e com volume ofensivo bom. Teve um lance do Matheus que ele girou e bateu, se carrega, sai na cara do goleiro. Foi uma má performance dos meus atacantes. A bola foi várias vezes na área. Mas é uma coisa natural de acontecer. Às vezes, o jogador não está bem. Ninguém é uma máquina para jogar sempre bem”.

Para Geninho, a queda de rendimento no segundo tempo foi causada pelo ritmo forte da partida: “Houve o desgaste grande por causa do volume. Marcamos a saída de bola e pressionamos. A ideia era o gol no primeiro tempo para administrar melhor, mas ficou nítida a queda no segundo tempo, queda física e técnica. A bola começou a queimar e os passes não foram precisos. A bola não parou na frente”.

Geninho completou 100 jogos com o Avaí na derrota para o Vasco
Geninho completou 100 jogos com o Avaí na derrota para o Vasco
FINAL DE SEMANA

Com a melhor campanha do Campeonato Catarinense, Geninho não quer deixar a eliminação abalar a confiança do Avaí. No domingo, às 16 horas, o elenco enfrenta o Criciúma na Ressacada, pela semifinal. A decisão é em jogo único e em caso de empate a decisão vai para os pênaltis. No estadual o clube vem de cinco vitórias consecutivas e o melhor ataque da competição, com 34 gols marcados em 18 partidas.

“São campeonatos diferentes. Tem muito clube bom por aí que foi desclassificado por time muito pior que o Vasco. Teve time grande passando nos pênaltis, arrastado. E outros times que caíram perdendo em campo. Não é demérito ser eliminado pelo Vasco, um dos 12 grandes do Brasil, um dos quatro grandes do Rio e que está na final do Carioca. Claro que gostaríamos de classificar e colocar dinheiro no clube. Sabemos o quanto ruim foi a eliminação, mas não podemos deixar interferir em nada no campeonato. É uma disputa que temos um conhecimento maior. Espero que nada deste jogo de negativo vá para o domingo, que apenas as coisas positivas se repitam”, completou Geninho.