Catarinense: Geninho reconhece atuação abaixo, mas valoriza campanha do Avaí

Para passar pela ‘semana decisiva’ o Avaí vai ter que reencontrar o seu melhor momento

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 11 (AFI) - Geninho reconheceu a má atuação do Avaí na derrota para o Hercílio Luz, por 1 a 0, mas pediu para os jogadores não deixarem o resultado ‘influenciar no que vem pela frente’. Em uma semana o clube tem duas decisões importantíssimas: enfrenta o Vasco na quarta-feira pela terceira fase da Copa do Brasil e o Figueirense no domingo pela 13ª rodada do Campeonato Catarinense. O treinador quer retomar o bom momento que o time vivia.

Até cair para o Hercílio Luz no estádio Aníbal Costa, o Avaí ostentava uma sequência de oito jogos de invencibilidade, com sete vitórias e um empate. Mesmo depois do tropeço fora de casa, Geninho disse que o resultado não apaga o que já foi feito: “Não tirar o foco do que estávamos fazendo. Erramos, mas não está tudo errado por perder um jogo. Temos que analisar onde erramos, porque erramos. Mas manter o astral alto. Perder faz parte do futebol. Não pode tirar o foco do que vinha fazendo”.

Para passar pela ‘semana decisiva’ o Avaí vai ter que reencontrar o seu melhor momento. O time vai ter pela frente o Vasco, campeão da Taça Rio no Campeonato Carioca e que está invicto na temporada, sem nenhuma derrota. Para piorar a situação dos catarinenses, o primeiro jogo é em São Januário, no Rio de Janeiro, às 21h30 de quarta-feira. Não há gol fora de casa na Copa do Brasil e o jogo da volta será na Ressacada dia 10 de abril.

Geninho reconhece atuação abaixo, mas valoriza campanha do Avaí no Catarinense
Geninho reconhece atuação abaixo, mas valoriza campanha do Avaí no Catarinense
Se passar pelo primeiro algoz, já vai ter que acelerar o planejamento para o confronto com o Figueirense no domingo, às 17 horas, dentro de casa. Muito mais do que encerrar a sequência do clube, a derrota para o Hercílio Luz fez o Avaí despencar na classificação do Campeonato Catarinense da primeira para a terceira posição, ainda com 23 pontos. O rival, por outro lado, é o líder e está invicto na competição, com 26 pontos.

“Derrota é sempre ruim. Não te traz nada de positivo. A derrota só te mostra mais erros. De uma maneira mais escancara que precisa corrigir. Quando ganha, mesmo que erra, as coisas passam desapercebidas. Na derrota, elas ficam evidentes. Você vê melhor os erros para que possa corrigir. Fizemos um jogo abaixo. Essa equipe jogou outros jogos e foi melhor. Tem que dar um desconto pela chuva, campo pesado, empoçado, mas muito lugar dava para jogar”.