Após classificação, Geninho frisa ‘duelo de Série A’ contra Vasco e vê Avaí amadurecendo

O treinador afirmou que o duelo diante do Trem Bala servirá de preparação para o Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 08 (AFI) – Após a classificação à terceira fase da Copa do Brasil com uma vitória por 2 a 0 para cima do Brasil de Pelotas, o Avaí terá pela frente o Vasco da Gama. Para o técnico Geninho, o duelo servirá de parâmetro para a Série A do Campeonato Brasileiro, competição em que o clube catarinense está de volta após conquistar o acesso na Segunda Divisão do ano passado.

“Esse jogo contra o Vasco servirá de parâmetro para vermos o que podemos fazer na Série A, um clube grande, isso tudo vai servir como uma análise mais real do que você tem, do que precisa, para terminar o regional e iniciar bem a Série A”, disse o treinador.

O treinador comemorou ainda o fato de o Avaí estar tendo visibilidade com a bela campanha neste início de ano – além da vaga na Copa do Brasil, o clube briga ponto a ponto pela liderança do Catarinense.

“Traz benefícios para o clube, para o grupo. A partir do momento que você caminha na Copa do Brasil tem mais visibilidade, os próprios jogadores. Um jogo transmitido ao vivo para o Brasil todo, você ajuda o clube com um aporte financeiro, te dá chance de fazer dois jogos contra uma das grandes equipes do Brasil. Tinha muita coisa em jogo e era uma partida que você precisava ter cuidado, o Brasil veio fazendo um jogo pegado, saindo em velocidade”, admitiu.

Geninho analisou a atuação do Avaí - André Palma Ribeiro/Avaí F. C.
Geninho analisou a atuação do Avaí
CATARINENSE
O treinador aproveitou também para analisar a situação do Avaí dentro do Campeonato Catarinense. Após ver Figueirense e Chapecoense abrir vantagem na disputa por classificação, o time de Geninho engrenou na reta final e hoje briga para terminar a primeira fase na liderança.

“Estamos bem, mas não tem nada definido. Se parar de pontuar no campeonato daqui a pouco eu fico fora. Enquanto matematicamente não tiver cravado, não tem ninguém classificado. Se eu tiver a chance de observar em alguns jogos ou por necessidade. É difícil responder, depende do sorteio. Tenho uma ideia do que fazer, de repente o sorteio muda tudo. Porque depois da quarta eu tenho um clássico. Pelo menos na sequência de 10, 12 dias, vou no jogo a jogo”, finalizou.

O Avaí é o líder do Estadual com os mesmos 23 pontos do Figueirense. O próximo jogo será diante do Hercílio Luz no domingo, às 10h, no Aníbal Costa, pela 12ª rodada.