Série B: Jogadores afirmam que pensamento do Avaí é um só: "O acesso"

Getúlio e Luan falaram sobre a possibilidade do Leão subir à Série A do Brasileiro

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 08 (AFI) - O Avaí segue firme em sua caminhada rumo ao acesso após a vitória de 2 a 0 sobre o Boa Esporte, na última sexta-feira, diante de quase seis mil torcedores, na Ressacada e que manteve a equipe no G-4 da Série B. Os gols avaianos foram marcados por garotos oriundos da base: Getúlio, 21 anos e Luan Pereira, 18 anos, que foram chamados para a entrevista coletiva.

Luan Pereira, com sete convocações para a Seleção Brasileira, já parece um veterano, bastante focado naquilo que quer. Getúlio, busca sua afirmação e a garantia de ser o titular da equipe apos Rômulo, outra revelação da base, ser emprestado para o futebol árabe.

Getúlio, que tem 1,85m, natural de Olho D’Água do Casado, oeste de Alagoas, distante 277,3 km da capital Maceió, é oriundo da base do Avaí, onde jogou em várias categorias. Tem o apelido de ‘cangaceiro’, dado pelos seus conterrâneos quando o Avaí jogou em Maceió recentemente. E por conta disso, o apelido colou e o atleta é zoado pelos companheiros de equipe, que também o chamam de Geta, uma abreviação do nome.

“Estou feliz com este momento e à disposição do técnico para ajudar na caminhada. Confiante com o apoio dos companheiros e do técnico. Temos muito a crescer na competição, a partir da confiança”, completou.

Getúlio vem ganhando corpo no time do Avaí - André Palma Ribeiro/Avaí f. C.
Getúlio vem ganhando corpo no time do Avaí

MAIS DE LUAN!
Luan Pereira, 1,83m, é natural de Ariquemes, em Rondônia, de onde chegou aos 14 anos de idade. Cria da base e frequenta com assiduidade as convocações da Seleção Brasileira Sub-17 e Sub-20. Marcou contra o Boa Esporte seu primeiro gol como profissional no Estádio da Ressacada. Já tinha feito outros dois, mas pela Copa do Brasil e em jogo contra o Ceilândia, no Distrito Federal.

“É sempre um desafio para nós buscar este espaço. Aqui só temos um pensamento que é o acesso. Estamos todos focados e concentrados para alcançar o objetivo principal”, destacou Luan Pereira.

 
 
" />