Cartola do Avaí acusa ex-árbitro de vender jogos na Série B 2008

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 16 (AFI) - O presidente do Avaí, João Nílson Zunino, denunciou ter recebido propostas para comprar resultados durante o Campeonato Brasileiro da Série B de 2008. O caso está sendo investigado há dois anos e corre em segredo de justiça, por isso só agora o dirigente deu entrevistas sob o caso.De acordo com o cartola, o ex-árbitro da Federação Maranhense de Futebol, Eduardo Cristaldo Barelari, o procurou antes mesmo do início da Série B oferecendo vitórias do clube na competição, cobrando de R$ 10 a R$ 15 mil.

Veja também:
Coritiba mandará dez jogos da Série B em Santa Catarina

Diante disso, Zunino entregou o caso à Federação Catarinense, que por sua vez repassou a denúncia para a CBF. A entidade teria entregado o caso à Comissão Nacional de Arbitragem, que solicitou a intervenção do Ministério Público Catarinense.

O MP investiga a denúncia desde 2008, e de acordo com o promotor Abel Antunes de Melo, a Justiça interceptou ligações que ligam Barelari ao suposto esquema de resultados. "Acredito que era um blefe. Se o time vencesse, ele recebia. Se perdesse, ficava por isso mesmo", disse o presidente do Avaí.

Mas para Zunino, o ex-árbitro não teria poder para fabricar um placar.