Espanhol: Simeone lamenta saída, mas exalta Griezmann: 'Só palavras de gratidão'

O jogador anunciou na terça que deixará o clube ao fim da atual temporada europeia, sem revelar qual será o seu destino

por Agência Estado

Campinas, SP, 17 - O técnico do Atlético de Madrid, Diego Simeone, lamentou nesta sexta-feira a saída do atacante Antoine Griezmann, mas evitou "julgar" a decisão. O treinador preferiu fazer elogios ao jogador francês, a quem dirigiu "palavras de agradecimento". O jogador anunciou na terça que deixará o clube ao fim da atual temporada europeia, sem revelar qual será o seu destino.

"Por estes cinco anos de trabalho, eu só tenho palavras de agradecimento, pelo nível [do futebol] que tem nos dado", disse Simeone. "Como pessoa, eu desejo a ele só coisas boas, tenho uma grande relação com a sua família. Aprendi na vida que não devo julgar as decisões dos outros."

HISTÓRIA

Simeone lamenta saída, mas exalta Griezmann: 'Só tenho palavras de gratidão'
Simeone lamenta saída, mas exalta Griezmann: 'Só tenho palavras de gratidão'

Griezmann disputou cinco temporadas pelo Atlético. Neste período, conquistou três títulos pelo clube: um da Supercopa da Espanha, conquistado com vitória sobre o Real Madrid em 2014; um da Liga Europa, alcançada com triunfo sobre o Olympique de Marselha em 2018; e um da Supercopa da Europa, também conquistada no ano passado com outro triunfo sobre o rival Real. Foram 133 gols marcados em 256 partidas.

"Quando alguém, como Antoine, dá tudo o que pode [em campo], ficamos tranquilos. Ele chegou aqui de uma maneira e agora dá um passo para um novo patamar. E, deste crescimento, todos nós participamos. Foram cinco anos maravilhosos. Ele se tornou um dos maiores artilheiros da nossa história. Agradeço a ele e não o julgo", reforçou o treinador.

O jogador de 28 anos vai se despedir do Atlético no sábado, na partida contra o Levante, fora de casa, pela rodada final do Campeonato Espanhol. O clube já assegurou o vice-campeonato nacional e não tem nenhum objetivo importante a buscar neste confronto. O título já está nas mãos do Barcelona que, por sinal, é um dos favoritos a contratar o atacante francês.