Interino lamenta tropeço do Athletico e pede: "Não desistam do trabalho"

Na noite desta quarta-feira, o Furacão ficou no empate por 1 a 1 com o Botafogo

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 10 (AFI) - O Athletico Paranaense esteve muito próximo de conquistar a vitória nos minutos finais diante do Botafogo, mas ficou no empate em 1 a 1, nesta quarta-feira, no Joaquim Américo. Depois de um bom rendimento no primeiro tempo, a equipe caiu de produção na segunda etapa. Após sofrer o gol, conseguiu crescer novamente na partida e ficar perto da vitória.

“No primeiro tempo, nós jogamos muito bem. E não conseguimos sustentar este nível ao longo do segundo tempo. Foram muitas trocas feitas na segunda etapa. É natural neste tempo de pouco treinamento e ainda pouco entrosamento entre os jogadores que a equipe perca em alguns momentos a sua melhor organização”, analisou Eduardo Barros.

“A equipe caiu de rendimento. Trouxe o Botafogo para dentro do jogo. Felizmente, tivemos forças para retomar e, na parte final do segundo tempo, crescer na partida”, completou.

Eduardo Barros falou do tropeço do Athletico
Eduardo Barros falou do tropeço do Athletico
SEM PODER OFENSIVO!
Para o técnico interino, novamente faltou eficiência no setor ofensivo. “Esse é um dos elementos que tem faltado: uma maior eficiência nas finalizações”, destacou.

Eduardo Barros também comentou sobre o desempenho de Ravanelli. Estreante, ele marcou o gol de empate. “Salvo engano, ele ainda não completou 15 treinos com o grupo”, disse. “Como ele vinha treinando muito bem, ele foi convocado e hoje o jogo pedia um jogador que pudesse retomar o controle do meio-campo para a nossa equipe. Foi isso o que ele conseguiu fazer, foi muito bem”, complementou.

LIBERTADORES!
O profissional do Furacão também mandou um recado aos torcedores, às vésperas do clássico contra o Coritiba e da retomada da Libertadores.

“Não desistam do trabalho que está sendo feito. Acreditem no trabalho dos jogadores. Esperem um melhor desempenho nosso durante as rodadas”, disse. “2018, se todos lembrarem, a temporada também não começou bem. É o momento de unirmos forças”, concluiu.