De volta ao Athletico, Walter revela que pensava em desistir da carreira

O atacante ficou dois anos parado por suspensão por doping e terá nova chance no Furacão

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 15 (AFI) – O atacante Walter é um dos raros casos no futebol de jogador que tem uma nova oportunidade em um grande clube para recomeçar a carreira. Apresentado pelo Furacão, ele chegou a admitir que pensou em desistir de jogar.

Walter foi pego no exame antidoping e ficou suspenso por quase dois anos. Agora, aos 30, terá a chance de mostrar que ainda pode ter destaque no futebol brasileiro.

“Pensei em desistir, foram dois anos de muitas lutas e dificuldades, mas também de muito aprendizado, mas meu Deus é perfeito em tudo, e olha onde estou hoje”, revelou o jogador.

Revelado pelo Internacional em 2010, ele teve passagem pelo Porto, de Portugal, e jogou em clubes como Goiás, Fluminense, Atlético-GO, Paysandu, CSA e o próprio Athletico.

No Furacão, disputou as temporadas de 2015 e 2016, com 73 jogos e 16 gols marcados. Após ser pego no doping em 2018, quando era jogador do CSA, ficou dois anos afastado dos gramados e vinha disputando apenas partidas amadoras.