Eduardo Barros vê poder ofensivo abaixo, mas exalta triunfo do Athletico

O Furacão derrotou o São Paulo, por 1 a 0, no domingo, em pleno Morumbi

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 11 (AFI) - O Athletico Paranaense conquistou mais uma vitória fora de casa no Brasileirão 2019. Marcelo marcou aos 44’ do segundo tempo e o Furacão derrotou o São Paulo por 1 a 0, neste domingo, no Morumbi. O gol no “apagar das luzes” refletiu a dificuldade da partida, de acordo com o técnico interino Eduardo Barros. Ele comentou sobre a produção ofensiva athleticana no jogo.

“Hoje nós não conseguimos produzir ofensivamente como estávamos habituados. Mas temos que ressaltar as dificuldades de jogar contra o São Paulo aqui”, disse, em entrevista coletiva.

“Com a marcação alta do adversário, se a gente não consegue sair jogando bem, que foi o que o São Paulo conseguiu neutralizar, influencia no restante do jogo. Isso acarretou em menos finalizações, mais perdas de bolas e mais bolas longas, que a gente acabou utilizando neste jogo”, completou.

Em uma bola longa, saiu a assistência de Vitinho para o gol de Marcelo. “Felizmente, em uma própria bola longa, acabamos decidindo o jogo na parte final, em um dos últimos lances”, comemorou o profissional do Rubro-Negro.

OPÇÕES

Eduardo explicou a opção por utilizar Bruno Nazário no meio-campo neste fim de semana. “No último jogo, perdemos dois jogadores [Bruno Guimarães e Cittadini] que dão muita mobilidade para a equipe”, lembrou.

Eduardo Barros analisou o desempenho do Athletico
Eduardo Barros analisou o desempenho do Athletico
“Quem a gente mais entendeu, em conversa com a comissão técnica, que poderia se aproximar da movimentação do Cittadini, foi o Bruno Nazário”, complementou.

SANTOS

Barros ainda comentou sobre a grande atuação de Santos, que foi convocado no sábado para a Seleção Brasileira. “Para mim, é uma felicidade muito grande”, vibrou.

“Hoje, ele fez valer o porquê de estar entre os melhores goleiros do Brasil. É o momento de ressaltar não só o Santos, mas os treinadores de goleiros que trabalham com ele na rotina do Clube”, concluiu.

O próximo desafio do Athletico no Brasileirão será no domingo. O adversário será o Botafogo, às 16h, no Joaquim Américo.