De olho no G4, Athletico-PR defende invencibilidade de oito jogos

O técnico interino Eduardo Barros deve realizar até oito mudanças em relação ao time que enfrentou o Botafogo

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 22 (AFI) - O Athletico-PR já está garantido na fase de grupos da Libertadores de 2020 por ter sido campeão da Copa do Brasil, mas mesmo assim quer terminar o Brasileirão na melhor colocação possível e por isso almeja uma vaga no G4 do campeonato.

Sem perder há oito jogos e vindo de duas vitórias, o Athletico-PR vai até Belo Horizonte neste domingo enfrentar o Atlético-MG, às 16 horas, no Mineirão, pela 34ª rodada. O time paranaense é o quinto colocado, com 53 pontos, três a menos que o Grêmio.

Sob o comando interino de Eduardo Barros desde que Tiago Nunes acertou sua saída para o Corinthians, o Athletico-PR vai entrar em campo com uma formação bem diferente em relação a que iniciou na vitória sobre o Botafogo, por 1 a 0, na última rodada.

Santos será uma das novidades no Furacão (Foto: Site Oficial Athletico-PR)
Santos será uma das novidades no Furacão (Foto: Site Oficial Athletico-PR)
ENTRA E SAI

A defesa, por exemplo, será toda mudada. De volta após convocação para a Seleção Brasileira, Santos retoma a vaga de titular no gol. Já o zagueiro Thiago Heleno e o lateral-esquerdo Márcio Azevedo estão suspensos, enquanto o lateral-direito Khellven e Robson Bambu saem por opção do treinador.

Recuperado de uma lesão no tornozelo, que o tirou dos dois últimos jogos, o volante Bruno Guimarães retorna no lugar de Camacho. No ataque, o atacante Rony deve ser poupado pela comissão técnica, enquanto Marco Ruben ganha a disputa com Marcelo Cirino.

"Fico feliz por retornar e dar sequência ao Brasileirão. Faltam poucos jogos e ainda temos objetivos na competição. Fiz um trabalho com o pessoal do departamento médico e espero contribuir para a vitória", disse Santos.

ATHLETICO-PR - Santos; Madson, Pedro Henrique, Léo Pereira, Abner Vinícius; Wellington, Bruno Guimarães, Thonny Anderson; Nikão, Braian Romero e Marco Ruben. Técnico: Eduardo Barros (interino).