Com bom futebol, Athletico espera dar trabalho ao líder em Curitiba

Time athleticano vem se destacando mesmo sem maiores pretensões a competição

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 11 (AFI) - A série de cinco jogos sem derrotas no Brasileirão somada à grande atuação no empate por 2 a 2 com o Corinthians, em Itaquera, colocaram o Athletico em evidência, mesmo diante da falta de pretensões do time, já classificado à Copa Libertadores. O futebol apresentado pelos athleticanos gerou certa expectativa para o encontro com o líder Flamengo, marcado para as 16 horas deste domingo, na Arena da Baixada, pela 25ª rodada.

Com 35 pontos somados, o Athletico tem chances até de entrar no G6, o que não significa nada em termos de vaga para a Libertadores, mas que é bastante relevante para o clube do ponto de vista financeiro. Além disso, uma vitória sobre o líder, invicto há 11 jogos, levantaria ainda mais o moral do campeão da Copa do Brasil.

Foto: Miguel Locatelli / Athletico
Foto: Miguel Locatelli / Athletico

MUDANÇA
A tendência é que o técnico Tiago Nunes faça apenas uma mudança em relação ao time que empatou com o Corinthians na quinta-feira. O volante Erick, mesmo após o gol marcado e a boa atuação, deve ser sacado para a entrada do experiente Lucho González.

“O Lucho tomou uma pancada antes do jogo contra o Bahia e inchou o tornozelo. Ele vai jogar contra o Flamengo. É um jogador muito importante. O Erick poderia estar jogando há mais tempo, mas o Lucho merece também, assim como o Rossetto. Meu papel é ser condutor e escolher o melhor momento. O Erick está fazendo uma temporada de adaptação e vai viver, no ano que vem, um momento incrível no clube”, justificou Tiago Nunes.

O time deve ter Léo; Madson, Leo Pereira, Thiago Heleno e Márcio Azevedo; Wellington, Lucho González e Léo Cittadini; Rony, Thonny Anderson e Marcelo Cirino.