Athletico-PR diz que CBF reconheceu erro em marcação de pênalti para o Santos

Lance que causou a reclamação foi a penalidade marcada sobre o atacante Marinho, da equipe paulista.

por Agência Estado

Curitiba, PR, 02 - O Athletico-PR divulgou nesta quarta-feira que a "Ouvidoria de Arbitragem da Confederação Brasileira de Futebol reconheceu o erro de fato da arbitragem na partida diante do Santos, no dia 8 de setembro, na Vila Belmiro". O lance que causou a reclamação foi o pênalti marcado sobre o atacante Marinho, da equipe paulista. A falta teria acontecido fora da área.

O pênalti foi confirmado após o árbitro Rodrigo Carvalhaes de Miranda analisar as imagens no vídeo. O meio-campista Carlos Sánchez converteu a cobrança, e o Santos empatou a partida por 1 a 1 na Vila Belmiro, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Athletico-PR encaminhou ofício à ouvidoria da CBF em 9 de setembro, um dia após o jogo. No documento, "o clube solicitou a liberação do áudio da cabine do VAR na Vila Belmiro referente a erro claro da arbitragem na marcação do pênalti e que o árbitro e o VAR fossem repreendidos, suspensos ou, no mínimo, advertidos".

Pênalti marcado por falta em Marinho causou polêmica. (Foto: Ivan Storti / Santos FC)
Pênalti marcado por falta em Marinho causou polêmica. (Foto: Ivan Storti / Santos FC)
SEM NECESSIDADE
Ainda segundo o Athletico-PR, "o parecer também observa que, a rigor, nem haveria a necessidade do árbitro de campo revisar o lance. A checagem deveria ser feita exclusivamente para confirmar o local da falta e se o contato ocorreu".

O clube ainda informou que aguarda o áudio do árbitro de vídeo, pedido que foi repassado ao gerente do projeto do VAR da CBF. Além disso, o Athletico-PR questionou o fato de a entidade ter divulgado áudios do VAR no SporTV, e não ter enviado ao clube os áudios da partida contra o Flamengo, na Copa do Brasil.