Reservas do Athletico enfrentam Botafogo com a missão de ampliar série invicta

Após torneio disputado no Japão, titulares serão poupados para a disputa da Copa do Brasil

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 09 (AFI) - Os reservas do Atlhetico vão entrar em ação mais uma vez no Brasileirão, agora com a missão de conquistar a quarta vitória seguida na competição. O duelo que pode ampliar a série invicta será contra o Botafogo, no Engenhão, em jogo marcado para as 16 horas deste domingo, pela 14ª rodada.

A boa arrancada, com três vitórias nas últimas três rodadas, levou os athleticanos aos 19 pontos, próximos da briga pela zona de classificação. A pontuação do Botafogo é a mesma, portanto trata-se de um confronto direto. O time paranaense, no entanto, tem um jogo a menos porque a partida contra o São Paulo, válida pela 13ª rodada, foi remarcada para o dia 21 de agosto.

O adiamento da partida contra os são-paulinos se deu em razão da disputa da Copa Levain, torneio que reuniu o Athletico, atual campeão da Sul-Americana, e o Shonan Bellmare, detentor do título da Liga Japonesa. O time brasileiro venceu por 4 a 0, em jogo único disputado na última quarta-feira, no Japão, e faturou um prêmio de 900 mil dólares.

Reserva golearam o CSA na 11ª rodada. (Foto: Miguel Locatelli)
Reserva golearam o CSA na 11ª rodada. (Foto: Miguel Locatelli)
PRIORIDADES
Além da prioridade dada ao jogo da próxima quarta-feira contra o Grêmio, pela Copa do Brasil, Tiago Nunes utilizou os titulares para a disputa da copa internacional. Por isso, vai escalar um time repleto de reservas contra o Botafogo, procedimento que adotou em outras cinco rodadas do Brasileirão. Uma das partidas da atual série de vitórias, aliás, foi com o time reserva, na vitória por 4 a 0 sobre o CSA, pela 11ª rodada.

Os atletas que foram titulares na partida da Copa Levain sequer viajaram para o Rio de Janeiro. A única exceção é o zagueiro Pedro Henrique, que não poderá ser utilizado na Copa do Brasil porque já disputou o torneio pelo Corinthians.

O time deve ir a campo com Caio; Madson, Lucas Halter, Pedro Henrique, Abner Vinícius; Rossetto, Léo Cittadini, Lucho González (Tomás Andrade); Braian Romero, Vitinho e Thonny Anderson.