Conmebol marca data para julgamente de doping de dupla do Athletico-PR

Thiago Heleno e Camacho serão julgados no dia 12 de agosto, em Assunção, no Paraguai

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 02 (AFI) – O zagueiro Thiago Heleno e o volante Camacho, do Athletico-PR, conheceram nesta sexta-feira a data do julgamento do caso de doping por ingerirem higenamina, substância proibida e presente em suplementos alimentares e medicamentos para perda de peso.

Os dois jogadores do Furacão estão suspensos há três meses e serão julgados no dia 12 de agosto, em Assunção, capital do Paraguai.

Desde quando os atletas caíram no exame antidoping, o Athletico saiu em defesa assumindo a responsabilidade e afirmando que os jogadores são vítimas, já que o consumo da substância proibida só se deu por indução de profissionais do clube.

O Athletico também já demitiu seis funcionários da comissão técnica que seriam os responsáveis pelo ocorrido e fez o possível para colaborar com o Conmebol no esclarecimento do caso.

PUNIÇÕES
A punição dos atletas pode chegar a até dois anos. No entanto, esse período cai muito se for comprovado que os atletas não tiveram culpa ou negligência.

Se ficar provado que Camacho e Thiago Heleno não tiveram culpa, conforme o Athletico alega, eles podem até ter a pena reduzida completamente, ficando imediatamente aptos novamente a participarem de treinos, jogos e demais atividades com o restante do elenco.

Por enquanto, os dois seguem afastados não apenas das partidas oficiais, mas até mesmo dos treinamentos.