Conmebol julga dupla do Athletico-PR por doping, mas adia decisão

Thiago Heleno e Camacho terão suas respectivas punições reveladas nos próximos dias

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 12 (AFI) - A Conmebol realizou nesta segunda-feira o julgamento do zagueiro Thiago Heleno e do volante Camacho, flagrados no exame antidoping com a substância higenamina no organismo. O primeiro foi pego na partida contra o Tolima, no dia 9 de abril, pela quarta rodada da Copa Libertadores da América. Já o segundo realizou o teste em 24 de abril, frente ao Jorge Wilstermann, na quinta rodada.

O julgamento, realizado em Luque, no Paraguai, durou mais de quatro horas e teve a presença de ambos os jogadores. No entanto, a Conmebol optou por adiar a revelação da decisão. A revelação está prevista para acontecer nos próximos dias. Existe a possibilidade dos atletas apenas serem advertidos pelo caso.

Thiago Heleno foi julgado pela Conmebol nesta segunda - Gustavo Oliveira/Atlético-PR
Thiago Heleno foi julgado pela Conmebol nesta segunda
A substância, que acelera o metabolismo e auxilia no ganho de massa muscular, foi receitado pelo próprio departamento médico do Athletico Paranaense, que não sabia que a mesma tinha o consumo proibido desde 2017.

O Furacão foi eliminado da Libertadores nas oitavas de final, quando caiu após duas derrotas para o Boca Juniors, atual vice-campeão.