Após derrota, Tiago Nunes dispara contra arbitragem e vê Athletico-PR prejudicado

O treinador reclamou muito do árbitro na derrota do Furacão frente ao Boca Juniors

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 10 (AFI) - O técnico Tiago Nunes não engoliu a derrota de virada , por 2 a 1, sofrida contra o Boca Juniors, na noite desta quinta-feira, pela última rodada da Fase de Grupos da Copa Libertadores da América. Em entrevista coletiva, ainda na La Bombonera, o treinador disparou contra a arbitragem e deixou claro que o Athletico não sairia de campo derrotado se o VAR fosse usado na partida

"Quem deveria estar aqui (na coletiva) no meu lado era o Senhor Carlos Orbe para ele explicar o que fez com o jogo de hoje. Fizemos uma partida tecnicamente perfeita, mas nos tiraram um pênalti, fizeram um gol impedido e ainda deram uma expulsão duvidosa. Ele também sonegou uma falta, originada de um soco na cara do Rony. Ou seja, lances capitais. Se não tiver VAR, não tem como ganhar aqui. É impossível. Que sirva de exemplo para as outras equipes também", declarou o treinador.

O treinador afirmou que a sensação deixada pelo clube na partida contra o Boca foi de um verdadeiro líder. "Essa derrota vai servir de aprendizado para nos fortalecer. Temos que usar desse momento para nos preparar ainda mais na segunda fase. Não sei se iríamos vencer (com o VAR), mas não teríamos perdido. Para mim, a nossa equipe é a líder, pelo trabalho apresentado, pela justiça e tudo mais. Mesmo em um ambiente hostil, o time trabalhou bem a bola e se sentiu muito à vontade", completou.

Tiago Nunes disparou contra arbitragem - Miguel Locatelli
Tiago Nunes disparou contra arbitragem
ANÁLISE
Ele ainda fez uma breve análise das oitavas de final. "Agora é outro campeonato. A característica de jogo muda. A presença do VAR vai nos dar tranquilidade para fazer um jogo mais equilibrado com qualquer outra equipe", finalizou.

Com a derrota, o Athletico acabou terminando na vice-liderança do Grupo G, com nove pontos, contra 11 do Boca Juniors. Nas oitavas, enfrentará um primeiro colocado entre: Palmeiras, Cruzeiro, Internacional, Flamengo, Libertad-PAR, Olímpia-PAR, Cerro Porteño, ou o próprio Boca Juniors-ARG. O sorteio será realizado na próxima segunda-feira