Tiago Nunes comemora empate, mas avisa: “Atlético-PR terá que fazer por merecer”

Na noite desta quarta-feira, o Furacão empatou com o Junior Barranquilla por 1 a 1

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 06 (AFI) – O técnico Tiago Nunes saiu satisfeito com o empate diante do Junior, em Barranquilla, por 1 a 1. O treinador, no entanto, tratou de conter os ânimos do atleticanos e garantiu que o time terá que fazer por merecer o título da Copa Sul-Americana, decisão que será sacramentada na próxima quarta-feira, na Arena da Baixada.

"Sabemos que o Junior era muito forte aqui, que impõe um ritmo técnico grande. Foi um resultado importante, sim. Não quer dizer que nos qualifica a vencer em casa, vamos ter que merecer muito. O Junior, mesmo jogando com a posse, tem jogadores para jogar no contra-ataque. É ter tranquilidade para saber que teremos o apoio do torcedor. Somos fortes em casa. É tentar avaliar esse resultado pelo lado positivo, corrigir a situações e focar no jogo da volta", disse.

O treinador afirmou que apesar do grande volume de jogo imposto pelo Junior, o Atlético entrou em campo para buscar a vitória, mas acabou jogando no contra-ataque devido as circunstâncias encontradas dentro de campo.

Tiago Nunes falou da atuação do Atlético-PR - Miguel Locatelli/Site Oficial
Tiago Nunes falou da atuação do Atlético-PR
"Nossa proposta era tentar vencer o Junior. Sabíamos da força ofensiva, é uma equipe de muita qualidade, bem treinada, com jogadores com capacidade individual. Mas temos jogadores de potencial técnico para jogar fora de casa e vencer, coisa que fizemos todo o torneio”, explicou o treinador, que completou.

"O Junior acabou dominando o jogo com posse de bola, acabamos jogando mas no contra-ataque. Sofremos o gol de bola parada, depois disso a torcida inflama, o time cresce. Foi um lance isolado, a bola acabou escapando e gerando o pênalti. Eles tiveram três chances. O pênalti, o gol e a jogada no final do jogo. Teve volume, mas não conseguiu converter. Foi um jogo de poucas chances, mas muito disputado. Nos dá confiança em casa, com qualidade que temos, com o nosso torcedor, e buscar o resultado lá", concluiu.

O Atlético terminou a partida com 44% de posse de bola, contra 56% do time colombiano. O Junior ainda conseguiu 11 finalizações, enquanto os paranaenses tiveram quatro chances de gol. O triunfo só não veio para o time mandante, pois Pérez desperdiçou um pênalti já no segundo tempo.

 
 
" />