Atlético-PR pode ser punido por usar camisa de apoio a candidato à presidência

O veterano zagueiro Paulo André, que assinou um manifesto contra Bolsonaro, negou a usar a camisa

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 07 (AFI) - O Atlético Paranaense poderá ser punido pelo Tribunal Desportivo e até pela FIFA por ter usado uma camisa com claro apoio à candidatura de Jair Bolsonaro (PSL) à presidência do Brasil. As manifestações políticas em camisas em estádios de futebol são proibidas pela FIFA.

Na vitória de 4 a 0 sobre o América Mineiro, no último sábado, em Curitiba, os jogadores do Atlético Paranaense entraram em campo com uma camisa amarela com a inscrição na camisa "Vamos todos juntos por amor ao Brasil", frase que Bolsonaro tem usado em sua campanha.

Foto: CAP/Divulgação
Foto: CAP/Divulgação

O veterano zagueiro Paulo André, que assinou um manifesto contra Bolsonaro, negou a usar a camisa, tendo sido o único do elenco que entrou no gramado sem cumprir as determinações da diretoria do clube.

APOIO DECLARADO
Mário Celso Petraglia, presidente do Conselho do Atlético e efetivamente quem manda no clube, já havia anteriormente declarado apoio a Bolsonaro, assim como alguns jogadores do elenco atleticano.
Além da camisa usada pelos jogadores, faixas com frases de apoio explícito ao candidato Jair Bolsonaro também foram colocadas no estádio Arena da Baixada, o que também é vetado pela FIFA.
 
 
" />