Em recuperação, Atlético-PR tenta vencer a primeira como visitante no Brasileirão

Em oito jogos fora de casa na atual edição do Campeonato Brasileiro, foram cinco derrotas e três empates

por Agência Estado

São Paulo, SP, 04 (AFI) - Com um bom futebol, o técnico Tiago Nunes conseguiu reconquistar a confiança do torcedor, mas ainda não foi o suficiente para tirar o Atlético-PR da zona de rebaixamento. Em cinco jogos com o treinador, contando Campeonato Brasileiro, Copa Sul-Americana e Copa do Brasil, o time conquistou duas vitórias, dois empates e sofreu apenas uma derrota. Neste sábado, às 21 horas, o adversário vai ser o Corinthians fora de casa, no Itaquerão, pela 17.ª rodada.

O desafio de Tiago Nunes é romper uma barreira: o Atlético-PR ainda não venceu fora de casa no Brasileirão. Em oito jogos, foram cinco derrotas e três empates, resultados que deixam o clube com apenas 13 pontos, entre as piores campanhas da competição. Independentemente do resultado, o clube não tem como deixar a zona de rebaixamento nesta rodada, mas, como tem um jogo a menos, um resultado positivo pode ser importante para o futuro.

"O Atlético-PR ainda não venceu fora de casa e é uma oportunidade de mudar isso", disse Nunes, confiante. "Mesmo fora de casa, esperamos apresentar um bom futebol e retomar o caminho das vitórias longe dos nossos domínios". Ele ainda avaliou o Corinthians, o seu adversário desta noite: "É uma equipe que está invicta em casa e vem de vitórias. Mas nós também estamos crescendo e a minha expectativa é melhorar a nossa produção", completou.

Se a missão já é complicada, o técnico ainda vai ter que lidar com desfalques. O volante Camacho e o meia Guilherme pertencem ao Corinthians e não podem atuar por causa de cláusula no contrato. O volante Bruno Guimarães recebeu o terceiro cartão amarelo contra o Vitória e está suspenso. Thiago Heleno, principal zagueiro do elenco, ainda segue fora com um problema no tornozelo. Por outro lado, Santos, Lucho e Bergson voltam a ficar à disposição. No ataque existe uma dúvida entre Marcinho ou Nikão.

 
 
" />