Fernando Diniz aposta em tabu para aliviar pressão em cima do Atlético-PR

O Furacão nunca perdeu para o São Paulo atuando dentro da Arena da Baixada

por Agência Futebol Interior

Curitiba, PR, 08 (AFI) – Em situação delicada no Campeonato Brasileiro, o Atlético Paranaense aposta em um grande tabu contra o São Paulo para tentar deixar a zona de rebaixamento antes da pausa para a Copa do Mundo. O time do sul do país não perde como mandante diante do rival deste sábado há 36 anos, sendo a última derrota em 1982, quando perdeu por 3 a 1 no Couto Pereira.

Na Arena da Baixada, o Atlético nunca foi derrotado. Foram 18 jogos, com 13 vitórias e cinco empates. Na última partida, venceu por 2 a 1, pela Copa do Brasil, competição a qual eliminou o clube paulista.

Para o duelo deste sábado, o técnico Fernando Dinis entra pressionado, já que venceu apenas duas partidas nas dez primeiras rodadas do Brasileirão, na goleada diante da Chapecoense, por 5 a 1, e no triunfo, por 2 a 0, para cima do Santos, resultados que não impediram que ficasse na 17ª colocação, com apenas nove pontos.

Além da pressão, o treinador terá que lidar com desfalques. Zé Ivaldo está suspenso pelo terceiro cartão amarelo e é a principal baixa da equipe. A vaga está entre Bruno Guimarães de Eder, com uma leve vantagem para o primeiro.

Atlético-PR se prepara para encarar o São Paulo - Miguel Locatelli/Site Oficial
Atlético-PR se prepara para encarar o São Paulo
TREINO
No treino desta sexta-feira, o último antes do confronto, Fernando Diniz ensaiou algumas mudanças. Matheus Rosseto pode entrar no meio de campo no lugar de Marcinho, enquanto Raphael Veiga deve iniciar entre os titulares. Se confirmado, Guilherme ficará como opção no banco de reservas.

“As coisas não acontecem do dia pra noite. Existe todo um trabalho, não só meu, mas de todos que não começam jogando. Todo mundo quer jogar, todo mundo quer começar jogando e ser titular. Mas nesse tempo que eu fiquei na reserva, eu procurei trabalhar, me esforçar, fazer aquele algo a mais. Lógico, sabendo que a oportunidade iria aparecer e que eu tinha que estar preparado”, afirmou Raphael Veiga.

O provável Atlético Paranaense tem: Santos; Wanderson, Thiago Heleno e Bruno Guimarães; Marcinho, Camacho, Lucho González e Carleto; Raphael Veiga, Nikão e Pablo. Técnico: Fernando Diniz.

 
 
" />