Seleção colombiana sonda técnico que disputa o título no Brasileirão

Carlos Queiroz pode ser demitido a qualquer momento devido aos últimos resultados nas Eliminatórias Sul-Americana

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 19 (AFI) - A Federação Colombiana de Futebol (FCF) ainda não anunciou a demissão de Carlos Queiroz, o que pode acontecer a qualquer momento, mas já está no mercado em busca de um novo treinador. E olhos estão voltados para o futebol brasileiro.

Nesta quinta-feira, Jorge Sampaoli teria recebido uma consulta de pessoas ligadas a FCF, mas deixou claro o desejo de permanecer no Atlético-MG, com quem tem contrato até dezembro de 2021. Recentemente, ele recusou uma investida do Al Nassr, da Arábia Saudita.

Carlos Queiroz deve ser demitido da seleção colombiana
Carlos Queiroz deve ser demitido da seleção colombiana
Além do desejo de conquistar o título brasileiro, o que mantém Jorge Sampaoli no Atlético-MG é a multa contratual. Qualquer parte que quebrar o vínculo antes do prazo precisa pagar entre 2,5 milhões e 3 milhões de euros.

Jorge Sampaoli é um dos 24 infectados pela Covid-19 no Atlético-MG e ainda não sabe quando vai retornar aos trabalhos presenciais, pois ainda apresenta sintomas. O treinador argentino não está sentindo o cheiro das coisas.

O Atlético-MG é o líder isolado do Brasileirão, com 38 pontos, mas tem três jogos a mais que o terceiro colocado São Paulo, que tem 36 pontos. No domingo, o Galo encara o Ceará, na Arena Castelão, pela 22ª rodada.

SELEÇÃO COLOMBIANA
A pressão em cima de Carlos Queiroz está muito grande por conta dos resultados da seleção colombiana nas primeiras quatro rodadas das Eliminatórias Sul-Americana para a Copa do Mundo de 2022. São apenas quatro pontos e a modesta sétima colocação.

A goleada sobre a Venezuela, por 3 a 0, na estreia, foi a única vitória aqui. O empate com o Chile, por 2 a 2, fora de casa, é considerado um bom resultado. O problema é que a Colômbia foi goleada por Uruguai (3 a 0) e Equador (6 a 1) nas últimas duas rodadas.