Jogadores do Atlético falam em 'aguentar a porrada' depois de mais nova eliminação

Galo disse adeus à Copa do Brasil nesta quarta-feira ao ser despachado pelo Afogados-PE, nos pênaltis

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 26 (AFI) - Após a eliminação precoce na Copa do Brasil para o Afogados-PE, os jogadores do Atlético-MG falam em momento de união. O Atlético ficou no 2 a 2 com o Afogados-PE e nas penalidades, Allan, Nathan e Gabriel erraram e decretam a eliminação precoce do Alvinegro

Um dos mais experientes do elenco e autor do segundo gol do Atlético, o atacante Ricardo Oliveira falou que os atletas têm que aguentar ‘aguentar a porrada’ agora,

Galo foi mais uma vez eliminado em 2020
Galo foi mais uma vez eliminado em 2020

“A cobrança tem que ser dividida entre todos no clube. Todo mundo tem sua parcela de culpa. Agora é hora da gente se abraçar, ser forte, se unir e aguentar a porrada e as criticas. O que fizemos hoje está muito abaixo da história do Atlético”, explicou.

O zagueiro Igor Rabello lamentou o vacilo da equipe durante a partida. “Só jogamos quando tomamos os gols. Vacilamos muito durante a partida. Não podemos jogar com um jogador a mais e tomar um gol. São vacilos que fazem a diferença”, explica.

Na semana passada, o Atlético-MG já havia sido eliminado na Copa Sul-Americana pelo Union Santa Fé, da Argentina. “Não tem o que falar”, falou de forma sucinta o lateral-direito Guga.