Elenco do Atlético-MG lamenta gol sofrido de bola parada no Maracanã lotado

O Galo vinha segurando a pressão do Flamengo até o gol marcado por Willian Arão aos 36 minutos do primeiro tempo

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 10 (AFI) - O Atlético-MG ia conseguindo segurar a pressão do Flamengo diante de um Maracanã lotado, mas em um vacilo de bola parada o volante Willian Arão acabou abrindo o placar de cabeça aos 36 minutos do primeiro tempo. O lance foi bastante lamentado pelos alvinegros.

"É complicado. A gente estava conseguindo segurar, mas acabamos sofrendo um gol de bola parada, que a gente não pode tomar. É difícil de engolir", afirmou o zagueiro Iago Maidana.

O Flamengo abriu o placar diante do Atlético-MG com um gol de bola parada
O Flamengo abriu o placar diante do Atlético-MG com um gol de bola parada

Outro que deixou o gramado do Maracanã chateado com o gol marcado por Willian Arão foi o lateral-esquerdo Fábio Santos. De acordo com o jogador, o Atlético-MG não poderia ter vacilado justamente em um lance de bola parada.

"O que mais machuca é sofrer um gol de parada. Não podemos dar esses vacilos em um jogo deste tamanho. A gente vinha correndo, marcando e levamos justamente um gol de bola parada", esbravejou Fábio Santos.

Com apenas uma vitória nos últimos dez jogos do Brasileirão, o Atlético-MG está cada vez mais distante do G6. O time aparece na 11ª colocação, com 31 pontos, sete a menos que o sexto colocado Internacional.