Criticado em derrota, técnico avalia manutenção de esquema defensivo no Atlético

Rodrigo Santana defendeu a estratégia adotada, até citando o Chelsea, campeão inglês na temporada 2016/2017

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 11 - O técnico Rodrigo Santana precisará decidir rapidamente se vai alterar o esquema tático adotado pelo Atlético Mineiro nas partidas contra Palmeiras e Flamengo, ambas como visitante, para o duelo de domingo contra o Grêmio, no Independência, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com o time em crise, o treinador optou por escalar a equipe no 5-4-1 nas duas partidas, conseguindo um empate contra o Palmeiras (1 a 1), mas perdendo para o Flamengo (3 a 1) na última quinta-feira. O treinador evitou indicar se tomou uma decisão, mas a tendência é que o time adote postura mais ofensiva contra o Grêmio, pois precisa voltar a vencer no Brasileirão, mesmo que volte a atuar com três zagueiros.

Criticado em derrota, técnico avalia manutenção de esquema defensivo no Atlético
Criticado em derrota, técnico avalia manutenção de esquema defensivo no Atlético
Para o duelo, o Atlético-MG perdeu Fábio Santos, suspenso, mas terá o retorno de Luan, livre de gancho. E aguarda o aval do departamento médico para voltar a utilizar Réver.

"Esse esquema foi criado e montado conforme as peças que a gente tem e em relação aos adversários fora de casa. A gente se sentiu seguro para marcar e, contra o Flamengo, foi muito difícil. O esquema tático foi baseado no adversário e nas peças que a gente tem", afirmou o treinador.

PRECISA MELHORAR
Diante do Flamengo, o Atlético-MG praticamente só se preocupou em defender, o que provocou críticas ao seu estilo de jogo. Santana defendeu a estratégia adotada, até citando o Chelsea, campeão inglês na temporada 2016/2017 sob o comando de Antonio Conte.

"No primeiro tempo a gente conseguiu sair, mas erramos muito, passes bobos. Falhamos tecnicamente. Isso não é medo de jogar, é estratégia de jogo. O Chelsea foi campeão inglês jogando assim", disse.

A derrota derrubou o Atlético-MG para o 11º lugar no Brasileirão, com 31 pontos, a sete da zona de classificação à Copa Libertadores e com oito de vantagem para o grupo de rebaixamento. Por isso, Santana ressaltou a necessidade de o time se recuperar logo.

"Tem muito campeonato para rolar ainda e tenho certeza que o elenco vai reagir. A gente precisa focar sempre no próximo jogo, somar o máximo possível de pontos dentro de casa e o que der para arrancar fora, melhor ainda", comentou.