Atlético-MG usa descanso como trunfo para tentar superar Fluminense

O Galo não entrou em campo no meio de semana e vem de dez dias de trabalho visando a partida deste sábado

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 10 (AFI) - Invicto no Independência em 2019, o Atlético-MG tem a chance de sacramentar a boa fase no estádio neste sábado, às 21h, quando receberá o Fluminense em partida válida pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Além disso, o time da casa aposta na semana completa que teve de treinos para ganhar mais fôlego na competição nacional.

A equipe comandada por Rodrigo Santana tenta a terceira vitória em sequência em casa num espaço de dez dias. Em 31 de julho, superou o Botafogo - 2 a 0, pela Copa Sul-Americana - passou pelo arquirrival Cruzeiro - 2 a 0, pelo Brasileirão - no último dia 4 e tenta se aproximar dos líderes da competição de pontos corridos diante do Fluminense neste sábado.

Foram dez dias de trabalho intenso, entre atividades na Cidade do Galo e partidas tensas - um clássico e um jogo de mata-mata -, mas agora, finalmente, o clube mineiro terá como foco apenas o Brasileirão, uma vez que só volta a jogar em um meio de semana no próximo dia 20, quando encara o La Equidad, da Colômbia, pela Copa Sul-Americana.

Ao projetar o jogo deste sábado, o treinador comemorou a pequena folga no calendário, o que, de acordo com ele, poderá ajudar na busca por um melhor desempenho diante dos cariocas.

"Esperamos conseguir manter uma intensidade um pouco maior durante o jogo, porque a gente vinha nessa sequência de jogos quarta e domingo. Temos a outra semana inteira para recuperar, então, esperamos conseguir controlar o jogo do início ao fim, sabendo que a média de idade do Fluminense é muito baixa e é um time de muita intensidade também. Será um jogo que vai nos desgastar bastante", afirma o técnico.

CASA CHEIA
Para ajudar na busca pela oitava vitória na competição nacional, Santana aposta na força da torcida atleticana, que compareceu até o momento no Independência com uma média de 12.750 pagantes por jogo e já tem mais de 17 mil pessoas garantidas nesse duelo. "Esse apoio que a torcida nos dá faz nossa equipe estar mais perto do jogo e da bola a todo instante. Esperamos ter o Horto lotado novamente e fazer um grande jogo".

Para o compromisso deste sábado, dois desfalques já são certos para o Atlético: o volante Jair, que apresentou desgaste muscular e deve ser substituído pelo paraguaio Ramón Martínez, e o goleiro Victor, que continua se recuperando de uma tendinite no joelho e novamente dará lugar a Cleiton.

Já o lateral-esquerdo Fábio Santos, que era dúvida devido a uma entorse no tornozelo sofrida em treino na última quinta-feira, deve estar à disposição para o confronto contra o Fluminense.

No comando de ataque, a opção deve ser novamente Ricardo Oliveira, que não balança a rede há 15 jogos. O argentino Franco Di Santo, apresentado nesta semana no clube e já regularizado, ainda procura aprimorar a parte física e não foi relacionado.