Em processo de reformulação, Júnior Chávare anuncia Lucas Batista para comandar sub-17

Diretor da base do Galo oficializou contratação do treinador com passagens pelos rivais Cruzeiro e América-MG

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 04 (AFI) - Lucas Batista é o novo treinador do time sub-17 do Atlético-MG. Com 32 anos, o profissional soma passagens pelas categorias de base dos rivais América-MG e Cruzeiro, além de ter sido auxiliar técnico da categoria sub-16 da Seleção Brasileira.

"A expectativa é a melhor possível. É uma honra poder trabalhar no Galo. Sou de Belo Horizonte e conheço bem a história do clube. É uma satisfação enorme representar essa instituição. Quando recebi o convite, fiquei muito feliz, satisfeito e honrado com a abertura de portas que o Atlético está me dando", celebrou o comandante.

"Agora, é representar bem a instituição, a camisa do Galo, realizar um ótimo trabalho e, o principal, revelar vários craques para o profissional", emendou.

Lucas Batista é o novo treinador do sub-17 atleticano - Divulgação
Lucas Batista é o novo treinador do sub-17 atleticano

O novo treinador do Galinho também elogiou a estrutura e o novo trabalho que vem sendo feito na base alvinegra.

"É muito interessante a possibilidade de trabalhar na estrutura que a Cidade do Galo oferece. Muito interessante também nessa minha vinda para o Atlético foi a conversa que tive com o Rui Costa e com o Júnior Chávare. Eles me apresentaram o projeto a ser criado para a base e me convenceram. Estou bem feliz e satisfeito por participar disso", revelou Batista.

Natural de Belo Horizonte, Lucas é graduado em Educação Física e também possui a licença B de treinador da CBF.

O treinador vai iniciar trabalho nesta quinta-feira, de olho nas competições a serem disputadas pela categoria a partir do segundo semestre.

Júnior Chávare dá sequência à reformulação das categorias de base do Atlético-MG
Júnior Chávare dá sequência à reformulação das categorias de base do Atlético-MG

No calendário do time mineiro, três competições: a Salvador Cup, no início de agosto, a Copa do Brasil e a continuação do Campeonato Mineiro.

A PALAVRA DO DIRETOR

Um dos responsáveis pela aprovação e contratação do nome de Lucas Batista, Chávare comenta o processo de reformulação implementado nas categorias de base do Atlético-MG desde a sua chegada à Cidade do Galo.

"A contratação de um treinador com bagagem é uma das medidas que confirmam a reestruturação deste Departamento. As mudanças acontecerão gradativamente. O primeiro passo é deixar a base com caráter mais profissional, a fim de que o clube consiga produzir grandes talentos para o profissional", comentou.

"A ideia é que as crias do Galo tragam dois tipos de retorno: o esportivo, dentro das quatro linhas no profissional, e o financeiro, em venda futuro, com foco ao mercado internacional. Conquistar títulos é um objetivo secundário da base, pois o foco está em subir atletas preparados para servir o time principal", completou.