Por recuperação na Libertadores, Atlético-MG tenta dar troco no Cerro Porteño

Nem por isso, porém, o Atlético-MG deve atuar aberto em Assunção

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 10 - O Atlético Mineiro vai reencontrar nesta quarta-feira, às 19h15, o time que começou a complicar a sua situação na Copa Libertadores. Em Assunção, no Estádio General Pablo Rojas, a equipe visitará o Cerro Porteño, pela quarta rodada do Grupo E, em busca de uma vingança sobre o adversário que o derrotou na estreia nesta etapa do torneio, no Mineirão.

Após passar por dois times uruguaios nas fases preliminares da Libertadores - Defensor e Danubio -, o Atlético-MG caiu para o Cerro em casa e foi batido no Uruguai pelo Nacional, só reagindo no seu terceiro compromisso na chave, diante do Zamora, vencendo por 3 a 2 após estar perdendo por 2 a 0.

Esses resultados deixaram o Atlético-MG em terceiro lugar no Grupo E, com três pontos, atrás do próprio Cerro, com nove, e do Nacional, com seis. Assim, o time atuará nesta quarta-feira no Paraguai sob a pressão de saber que mesmo um empate pode ser um resultado ruim na briga por uma vagas nas oitavas de final.

"A gente sabe que é importante vencer aqui. Vai ser um jogo muito duro, muito difícil, e a gente vai ter que estar muito preparado para conquistar os três pontos", disse Elias.

FECHADINHO

Nem por isso, porém, o Atlético-MG deve atuar aberto em Assunção. A orientação do técnico Levir Culpi é de exibir segurança defensiva, especialmente após ser vazado nos três jogos que fez nesta etapa da Libertadores.

Além disso, espera aproveitar a velocidade dos pontas para assustar o Cerro nos contra-ataques. E, principalmente, ser eficiente para assegurar a vitória, contando com o faro de Ricardo Oliveira, autor de quatro gols no torneio, ainda que nenhum na fase de grupos.

Por recuperação na Libertadores, Atlético-MG tenta dar troco no Cerro Porteño
Por recuperação na Libertadores, Atlético-MG tenta dar troco no Cerro Porteño
O atacante Maicon Bolt foi poupado no fim de semana, quando o Atlético goleou o Boa, se classificando à final do Campeonato Mineiro, e agora volta ao time. Já Luan, o outro ponta titular do time, ficou fora do treinamento de terça-feira por causa de uma virose.

Mas a expectativa de que esteja melhor até o confronto com o Cerro. E como vem sendo o melhor jogador do time nos últimos compromissos, pode ser utilizado mesmo se não estiver 100%.

Além da dúvida envolvendo Luan - o uruguaio David Terans está de sobreaviso -, Levir tem uma dúvida sobre quem será o primeiro volante do time no Paraguai. Adilson começou jogando no fim de semana, mas José Welison está novamente à disposição após cumprir suspensão no Mineiro.

ÍDOLO

Certo mesmo é que Leonardo Silva, no último ano da sua carreira e um dos heróis da conquista da Libertadores de 2013 pelo Atlético, receberá uma chance como titular, pois Réver está suspenso. Assim, vai compor a dupla de zaga com Igor Rabello.

Se o Atlético jogará em busca da sobrevivência, o Cerro Porteño, até agora com 100% de aproveitamento, garantirá classificação antecipada às oitavas de final da Libertadores em caso de nova vitória sobre os mineiros - em Belo Horizonte, Diego Churín foi o autor do gol do jogo.

O time é o segundo colocado no Torneio Apertura do Paraguai e venceu o General Díaz por 2 a 0, sábado, mesmo atuando com um time misto, sem alguns dos seus principais jogadores, como Fernando Amorebieta e Nelson Haedo Valdez, poupados.

O lateral-esquerdo Santiago Arzamendia, em recuperação de lesão muscular, deve seguir como desfalque no Cerro, com o técnico espanhol Fernando Jubero mantendo a base do time que derrotou o Nacional na semana passada.