Após classificação suada, jogadores querem Atlético-MG "sem dar mais sopa para o azar"

O time brasileiro chegou a abrir 3 a 0 sobre o Danubio, do Uruguai, mas sofreu dois gols e passou apertado

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 12 (AFI) – A classificação do Atlético-MG para a terceira fase da Copa Libertadores foi sofrida. Depois de abrir 3 a 0 sobre o Danubio, do Uruguai, o time brasileiro viu o adversário diminuir para 3 a 2 e assustar no final.

Como a partida de ida terminou empatada por 2 a 2, mais um gol uruguaio nessa terça-feira significaria a eliminação do Atlético. Ao final do jogo, os jogadores atleticanos comemoraram a conquista da vaga, mas ressaltaram que será preciso jogar melhor nas próximas partidas para seguir na competição.

“Hoje foi um teste para cardíaco. Temos que valorizar a classificação, porque conseguimos cumprir nosso objetivo, mas não podemos dar sopa para o azar desse jeito. Os próximos jogos também serão difíceis e se a gente tiver essa postura podemos nos complicar”, alertou o capitão Réver.

Autor do primeiro gol, o atacante Luan também mostrou preocupação com o desempenho da equipe, especialmente na segunda etapa.

“Foi uma grande vitória, Libertadores não tem jogo fácil e é como dizem: ‘se não é sofrido, não é Galo’. Agora é descansar, esperar o próximo adversário e no próximo confronto fazer um jogo melhor. O primeiro tempo de hoje é um exemplo. Se a gente fizer um jogo assim como no primeiro tempo, não tem nenhum time que tire a classificação da gente”, disse.

 
 
" />