Atlético-MG oficializa "General" e envia zagueiro para o Botafogo

A negociação envolvendo Igor Rabello começou logo depois do Brasileirão e se arrastou até a virada do ano

por Agência Futebol Interior

Belo Horizonte, MG, 04 (AFI) - Demorou, mas o Atlético-MG finalmente deu a notícia que todo torcedor alvinegro estava na expectativa de ouvir. Na tarde desta sexta-feira, a diretoria do Galo oficializou a contratação de Igor Rabello. Em contrapartida, o zagueiro Gabriel se transferiu para o Botafogo.

A novela envolvendo o "General", apelido que Igor Rabello ganhou da torcida botafoguense, começou logo depois do Brasileirão, quando aconteceu o primeiro contato entre as diretorias. As conversas chegaram a esfriar, o Corinthians tentou entrar na jogada, mas o martelo finalmente foi batido.

O zagueiro Igor Rabello foi oficializado como reforço do Atlético-MG depois de muita negociação
O zagueiro Igor Rabello foi oficializado como reforço do Atlético-MG depois de muita negociação

Igor Rabello desembarcou em Belo Horizonte na última quinta-feira para realizar os exames médicos, mas o contrato de quatro temporadas foi assinado nesta sexta. O Atlético-MG desembolsou cerca de R$ 13 milhões por 70% dos direitos econômicos do zagueiro - os outros 30% ficaram com o Botafogo - e emprestou Gabriel por dois anos.

"Fico muito feliz pela receptividade que todos tiveram aqui, comigo. Estou muito feliz por estar aqui no Atlético e espero poder ajudar da melhor forma possível. Sei do esforço que o Atlético fez para me trazer e espero corresponder da melhor forma possível", disse o zagueiro ao site oficial do clube.

SOBRE ELES!

Igor Rabello é natural do Rio de Janeiro e tem 23 anos. Revelado nas categorias de base do próprio Botafogo, o zagueiro foi emprestado ao Náutico em 2016 e no ano seguinte se firmou como titular absoluto. Na temporada passada, um dos xodós da torcida disputou 61 jogos e marcou cinco gols.

Nascido em Pedro Leopoldo, Gabriel tem os mesmos 23 anos de Igor Rabello e foi revelado na base do Atlético-MG, tendo a primeira oportunidade no profissional em 2014. O melhor momento da sua carreira foi em 2017, quando disputou 56 jogos e marcou dois gols. Na temporada passada, o zagueiro perdeu espaço durante o Brasileirão, mas mesmo assim esteve em campo 41 vezes.

 
 
" />