Victor diz que Atlético-MG perdeu dois pontos e Thiago Larghi que o time não fluiu

O clima entre os jogadores e o técnico não parece bom. O meia Ruan, queridinho da torcida, saiu chutando tudo ao ser substituído

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 14 (AFI) - A torcida do Atlético-MG não perdoou o empate sem gols no clássico diante do América-MG, nesta noite de domingo, na Arena Independência, onde vaiou muito os jogadores no final do jogo e xingou o técnico Thiago Larghi, criticado, entre outros motivos, pelas substituições que promoveu durante o confronto.

O goleiro Victor, último a deixar o gramado, concordou com a insatisfação da torcida.

"Deixamos de somar dois pontos em casa. Nosso time poderia ter sido mais objetivo, mas aguardamos demais o adversário", resumiu.

Mas ele reforçou que o clube mantém vivo seu objetivo dentro da competição.

"Queremos uma vaga na Copa Libertadores. Estamos em sexto lugar e precisamos melhorar", completou.

ÍDOLO FOI BEM
Para o ídolo atleticano, que fez boas defesas e foi determinante para que o seu time não ser derrotado, o América também jogou bem no duelo em que o goleiro João Ricardo também fez intervenções importantes em investidas ofensivas dos adversários.

"Erramos no último passe e faltou capricho nas finalizações. Mas criamos as chances e poderíamos ter vencido. A torcida está certa em ficar chateada", disse Victor.

GALO NÃO FLUIU
O técnico Thiago Larghi não escondia a decepção por um novo tropeço do time diante de sua torcida. Ele lamentou a falta de gols e da vitória.

"Não faltou empenho, mas a engrenagem não fluiu" - comentou o técnico, numa tentativa de atenuar as crítica que ele fez ao time na derrota na rodada anterior para a Chapecoense, por 1 a 0.

O clima entre os jogadores e o técnico não parece bom. O meia Ruan, queridinho da torcida, saiu chutando tudo ao ser substituído. Depois ficou emburrado no banco, fazendo tipo.

Após o empate no clássico mineiro, o Atlético vai ter a semana toda para treinar, uma vez que seu próximo adversário vai ser o Fluminense, no próximo domingo, às 16 horas, no Maracanã, pela 30.ª rodada do Brasileirão.