Sem Ricardo Oliveira, Atlético vence jogo-treino e Larghi elogia reforços

O técnico também comentou as características do mais novo contratado do clube, o atacante Leandrinho, de 19 anos

por Agência Estado

Belo Horizonte, MG, 10 - Sem a presença do atacante Ricardo Oliveira, que se apresentou gripado, o Atlético-MG venceu jogo-treino contra o Coimbra, por 3 a 0, nesta terça-feira, na Cidade do Galo, em atividade que marcou o início da terceira semana de trabalho na intertemporada. O técnico Thiago Larghi elogiou a atuação dos reforços contratados recentemente pelo clube.

"Todos eles vêm mostrando já uma participação bem ativa. O Denilson, o David, o Chará, o Zé Welison e o Edinho... Treinamentos bem feitos, executando as funções que a gente pede, tendo boa compreensão do jogo e uma atitude positiva junto ao grupo, se inserindo bem dentro do processo e mostrando que são jogadores que vieram para somar e nos ajudar na campanha", analisou o treinador, depois dos três tempos de 30 minutos.

O técnico também comentou as características do mais novo contratado do clube, o atacante Leandrinho, de 19 anos, anunciado nesta terça-feira.

"É um jogador rápido, técnico e que tem bom poder de finalização. Ele pode jogar na frente em qualquer das três posições que a gente usa. Vamos ver as condições em que ele chega aqui, dar uns treinos para ele", avaliou Larghi sobre o atleta que estava no Napoli, da Itália.

Thiago Larghi falou sobre os reforços do time para Brasileirão
Thiago Larghi falou sobre os reforços do time para Brasileirão
DESFALQUES!
Além da ausência de Ricardo Oliveira, a atividade também teve os desfalques do zagueiro Leonardo Silva, que se recupera de uma pequena lesão na região posterior da coxa direita, e do volante Adilson, que realiza trabalho de fortalecimento muscular. Eles fizeram treino físico à parte.

Neste momento da preparação, Larghi trabalha os sistemas defensivo e ofensivo na mesma proporção, apesar de o Atlético-MG ter o melhor ataque do Campeonato Brasileiro, com 24 gols em 12 rodadas, e uma das piores defesas, com 17 gols sofridos.

"Vamos dividir como fizemos durante essas semanas, sempre alternando os treinamentos e enfatizando ora defesa ora ataque porque, para a gente fazer uma boa campanha, precisamos trabalhar bem os dois pontos e jogar com a máxima eficiência possível, defendendo e atacando", explicou.

O Atlético-MG retorna ao Brasileirão no dia 18, contra o Grêmio, no Rio Grande do Sul. O time mineiro é vice-líder da competição, com 23 pontos, enquanto o tricolor gaúcho é o quinto colocado, com 20.

 
 
" />